Cancelamento do UFC 151 gera prejuízo de US$ 20 milhões

O UFC 151 deveria ter acontecido no último sábado (01), mas a lesão no joelho de Dan Henderson e a falta de tempo para se conseguir um oponente para encarar Jon Jones na disputa do cinturão dos meio-pesados forçou a organização a cancelar todo o evento.

Além de ter a imagem da organização arranhada, o UFC ainda terá que amargar um enorme prejuízo financeiro. O presidente da franquia, Dana White, já havia revelado um gasto US$ 2 milhões em marketing para o evento antes do início da confusão. Mas, segundo o site MMA Fighting, estima-se que o prejuízo do Ultimate foi bem maior: cerca de 20 milhões de dólares somente para sua companhia.

Mas o Ultimate não foi o único prejudicado pelo cancelamento. A cidade de Las Vegas, que receberia o evento, esperava lucros de hotéis, táxis, casas noturnas, cassinos e restaurantes no fim de semana do UFC 151. As empresas de TV a cabo e satélite também tiverem prejuízo, que pode chegar até US$ 7,5 milhões.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário