Rampage Jackson: “Caras como Glover podem salvar o UFC”

Rampage (foto) elogia Glover, mas promete destruir o brasileiro. Foto: Josh Hedges

O brasileiro Glover Teixeira causou boa impressão em sua ainda curta passagem pelo UFC. Em apenas duas lutas na organização, o meio-pesado mineiro finalizou Kyle Kingsbury no UFC 146, em maio, e nocauteou o compatriota Fábio Maldonado no UFC Rio 3, em outubro. Com grandes resultados até mesmo prováveis rivais tem elogiado o estilo de luta do atleta tupiniquim.

O ex-campeão dos meio-pesados, Quinton Rampage Jackson, elogiou o estilo do brasileiro, que apesar de ter origem no jiu-jitsu sempre busca o combate e encerrar o duelo antes do fim. O norte-americano aproveitou para alfinetar o polêmico Chael Sonnen, que, segundo Rampage, estraga o esporte.

“Glover é um cara duro. Gosto do seu estilo de luta. Ele é um cara do jiu-jítsu, mas também ataca. Eu respeito lutadores como ele. Acho que o MMA e o UFC precisam de lutadores assim. Lutadores como Chael Sonnen estão apenas estragando o esporte, levando os caras para baixo. Caras como Glover podem salvar o MMA”, disparou Rampage, em entrevista ao programa americano Inside MMA.

Porém, apesar de elogiar Glover, Rampage, que estava escalado para enfrentar o brasileiro no UFC Rio 3 – ele foi cortado por uma lesão – afirmou que deseja destruir o brasileiro em seu próximo combate.

“Meu foco principal é destruir Glover Teixeira. É a minha última luta no contrato e eu vou destruir Glover. Não existe amor perdido com o UFC. Eles são uma grande companhia. Fazem grandes coisas para o esporte, mas acho que não fazem grandes coisas para mim”, encerrou Jackson.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário