Banha é cortado do UFC após segunda derrota consecutiva

O paulista Luiz Banha não faz mais parte do quadro de lutadores do UFC. Depois de duas derrotas seguidas na organização, sendo a última para Chris Camozzi no UFC Rio 3, no último dia 13, o brasileiro acabou cortado da organização. A informação foi revelada por Alex Davis, empresário do lutador, em entrevista à revista Tatame.

“Apesar de o UFC valorizar o estilo de luta dele, estão com um engarrafamento. Eles têm mais atletas contratados que vagas. Tiveram que cortá-lo agora, mas falaram que, voltando ao bom ritmo de lutas, podem voltar a contratá-lo. Ele vai continuar lutando, espero vê-lo de volta em breve ao UFC”, afirmou Davis.

Banha chegou ao UFC em 2007 e logo em sua estreia já aconteceu uma polêmica. O brasileiro dominava a luta contra James Irwin, mas após uma joelhada irregular, o norte-americano afirmou que não tinha condições de luta e o paulista acabou desqualificado.

Depois, Banha emplacou três vitórias consecutivas sobre Jason Lambert, Rameau Thierry Sokoudjou e Steve Cantwell. A fase ruim começou com reveses para Rogério Minotouro e Cyrulle Diabate. Houve um suspiro de reação quando o brasileiro bateu Eliot Marshall, mas o paulista voltou a perder em duelos diante de Stanislav Nedkov e, por último, Chris Camozzi, as duas últimas em ação no UFC Rio 1 e UFC Rio 3, respectivamente.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário