Werdum prega respeito a Minotauro no TUF Brasil 2: “Ele é uma lenda viva”

Werdum (foto) prega respeito diante de Minotauro no TUF Brasil 2. Foto: Josh Hedges

O clima tenso e de provocações dos técnicos na primeira edição do TUF Brasil não deve se repetir na segunda temporada do reality show do UFC em terras tupiniquins. Fabrício Werdum, que integrou o time de técnicos Wanderlei Silva e foi um dos que mais criticou o rival Vitor Belfort, desta vez será responsável por comandar uma equipe contra Rodrigo Minotauro. Porém, dessa vez, o peso pesado prega respeito diante de seu rival.

“Não tem o que falar dele, é uma lenda viva. Não tinha que ser “Minotauro”, o apelido dele tinha que ser “superação”. Eu me espelhei muito nele no começo da minha carreira. Na época em que lutamos no Pride ele era meu ídolo”, disse Werdum, em entrevista ao Globo Esporte.

Após o programa, os brasileiros irão se enfrentar reeditando um duelo que aconteceu em 2006, no Pride. Na ocasião, Minotauro venceu na decisão dos juízes, mas para o peso pesado gaúcho ambos os atletas evoluíram bastante nestes seis anos.

“Agora vamos fazer essa revanche. Ele evoluiu muito, tem um boxe excelente. Eu também evoluí bastante na parte em pé. Quando lutei contra ele antes eu era jiu-jítsu puro, não sabia nada da parte em pé. Ele mostrou o porquê de ser campeão na época e ganhou por pontos. No finzinho eu estava nas costas, e ele saiu de uma maneira que não acreditei. Era muito mais experiente do que eu”, analisou

Feliz com a oportunidade de fazer a revanche diante de um ídolo, Fabrício voltou a elogiar seu adversário: “E o Minotauro está mostrando que é o cara. Estou 100% honrado por fazer esse TUF contra ele”

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário