UFC China: John Lineker e Thiago Silva vencem; Paulo Thiago é derrotado

Na luta principal, Cung Le surpreende e nocauteia Rich Franklin

Os fãs de MMA tiveram que mudar a rotina neste sábado (10). Acostumados com eventos no início da madrugada, os torcedores acordaram logo cedo para assistirem o UFC on FUEL 6, show que marcou a estreia da organização na China. O programa de lutas contou três brasileiros em ação e dois deles deixaram o octógono com vitórias. John Lineker bateu Yasuhiro Urushitani e Thiago Silva finalizou Stanislav Nedkov. O único revés tupiniquim foi de Paulo Thiago, que foi dominado pelo sul-coreano Dong Hyum Kim e perdeu na decisão unânime dos juízes. Na luta principal da noite, o vietnamita Cung Le surpreendeu ao mundo e nocauteou o favorito Rich Franklin no início do primeiro round.

Cung Le surpreende e nocauteia Franklin
Se faltou um nocaute nos oito combates preliminares do evento, quem esperou até a luta principal não se decepcionou. Logo no início dos movimentos, Cung Le, que era amplo azarão no show mostrou todo poder e velocidade de sua trocação.

Após o Franklin tentar um chute na linha de cintura, que passou no vazio, Le respondeu rápido com um direto de direita. O golpe levou o ex-campeão do UFC a lona, que já caiu nocauteado com pouco mais de dois minutos de luta.

Visivelmente  emocionado, Le parecia não acreditar no triunfo e comemorou bastante a vitória. O pesos médio revelou ser a maior vitória de sua carreira.

De virada, Thiago Silva finaliza Nedkov
Com direito a virada no último round, o brasileiro Thiago Silva fez as pazes com a vitória no UFC. Depois de ficar suspenso por 12 meses e perder em seu retorno, o atleta paulista fez uma luta, travada e equilibrada diante do búlgaro Stanislav Nedkov. Após sofrer um knockdown no primeiro round, o brasileiro conseguiu se recuperar e finalizar a disputa com um katagatame no terceiro assalto.

A disputa entre os meio-pesados especialistas na trocação começou travada. O búlgaro evitou a troca franca de golpes e procurou manter o brasileiro no clinch, o prendendo contra a grade. Nedkov até conseguiu derrubar Thiago, que se levantou rápido, mas não conseguiu a ter a distância para soltar seu jogo.

Já no segundo round, o brasileiro vinha melhor, evitando a curta distância do adversário, porém, no final minuto Silva foi surpreendido com um contragolpe de Stanislav e foi a knockdown, com o búlgaro terminando o assalto por cima.

Porém, no terceiro round veio a grande virada de Thiago. Com o adversário, aparentemente cansado, ele soltou seu arsenal de golpes. Após Nedkov recuar contra as grades, o brasileiro atacou as pernas, derrubou e chegou a montada. Sem pressa, Thigo preparou o katagatame e encaixou o justo estrangulamento, finalizando a disputa. Curiosamente, foi o primeiro duelo do evento que terminou sem a decisão dos juízes.

Sul-Coreano impõe seu jogo e anula Paulo Thiago
O brasiliense Paulo Thiago tem tudo para querer esquecer o ano de 2012. Após de conviver com uma lesão, sofrer um nocaute assustador diante do afegão Siyar Bahadurzada, em abril, o brasileiro foi totalmente dominado por Dong Hyum Kim. O atleta sul-coreano usou sua base de judô para colar no brasileiro e usar seu jogo de queda. Apesar de não ser contundente  Kim evoluiu nas posições e até tentou finalizar a disputa no primeiro round com um mata-leão, que foi bem defendido pelo brasileiro.

Na volta para o segundo round, Paulo, que também é policial do BOPE de Brasília, tentou colocar sua trocação em jogo e arriscou alguns chutes altos, porém, Kim logo encurtou a distância para derrubar o atleta tupiniquim e trabalhar por cima assim como fez no assalto anterior.

No terceiro round, com o brasileiro já bastante cansado, o sul-coreano manteve a luta em pé e até arriscou um soco rodado, que acabou acertado as grades do octógono, mas no momento que o brasileiro tentou soltar o jogo ele foi novamente derrubado. Desta vez, Dong Hyum soltou o jogo, evoluiu as posições e, ao chegar a montada, despechou um arsenal de socos contra Paulo. No final da disputa, ele inovou e até socou com as duas mãos simultaneamente. Ao final da disputa, vitória de Dong Hyum Kim na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×26),

Lineker se recupera e vence primeira no UFC
Primeiro brasileiro a subir no octógono, o paranaense John Lineker conseguiu superar os problemas de sua estreia na organização, em em maio desde ano, e encontrar seu melhor jogo para vencer o japonês Yasuhiro Urushitani. Apesar do triunfo, Linker encontrou dificuldades no início do duelo, quando o atleta nipônico usou a rápida movimentação para sair do afiado boxe do brasileiro. Além disso, Urushitani era sempre perigoso com chutes rápidos, que atingiam o corpo de John.

Porém, após o assalto inicial, o brasileiro conseguiu soltar seu jogo e mostrar toda a sua agressividade. Com potentes socos conectados na linha de cintura, o japonês até fugia do combate em alguns momentos. No terceiro round, o brasileiro repetiu a receita do assalto anterior e novamente foi melhor, inclusive derrubando Urushitani em knockdown no início da disputa. Perdido na trcação, o atleta nipônico tentou mudar a estratégia e derrubar o brasileiro, mas bem na defesa de queda, John ainda conseguia punir o adversário a cada investida do rival. Ao final da disputa, vitória de John Linker na decisão unânime dos juízes (30×27, 29×28, 29×28).

Confira abaixo os resultados completos do UFC on FUEL 6:

Card Principal

Cung Le derrotou Rich Franklin por nocaute no R1;

Thiago Silva finalizou Stanislav Nedkov com um katagatame no R3;

Dong Hyum Kim derrotou Paulo Thiago na decisão dividida dos juízes;

Takanori Gomi derrotou Mac Danzig na decisão dividida dos juízes;

Jon Tuck derrotou Tiequan Zhang na decisão unânime dos juízes;

Takeya Mizugaki derrotou Jeff Hougland na decisão unânime dos juízes;

Card Preliminar

Alex Caceres derrotou Motonobu Tezuka na decisão dividida dos juízes;

John Lineker derrotou Yasuhiro Urushitani na decisão unânime dos juízes;

Riki Fukuda derrotou Tom DeBlass na decisão unânime dos juízes;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário