UFC 154: St. Pierre vence Condit e unifica cinturão dos meio-médios

Hendricks nocauteia Kampmann e deve ser próximo desafiante; Rafael dos Anjos vence no card principal

Georges St. Pierre está de volta! Depois de ficar quase 19 meses fora do octógono, devido a uma grave lesão no joelho, o canadense  demonstrou não sentir a falta de ritmo e, apesar do susto no terceiro round, dominou Carlos Condit na luta principal do UFC 154, evento realizado neste sábabado, em Montreal, no Canadá. Com o resultado, GSP unificou o cinturão dos meio-médios e a categoria volta a ter apenas um campeão.

LEIADiabate brilha e Rodrigo Damm perde no card preliminar

O programa de lutas do UFC 154 contou ainda com dois brasileiros em ação. No card preliminar, Rodrigo Damm perdeu para Antonio Pato Carvalho, enquanto no card principal Rafael dos Anjos dominou Mark Bocek e venceu na decisão unânime dos juízes.

Em grande retorno, St. Pierre leva susto, mas domina Condit
O duelo entre St. Pierre, campeão da categoria, e Carlos Condit, dono do cinturão interino, começou estudado, com os dois atletas medindo a distância para soltar os golpes na trocação. Mas GSP não precisou de muito tempo para se sentir a vontade no octógono, mesmo após o longo período afastado e soltar sue jogo.

Na metade do primeiro assalto, o canadense derrubou o norte-americano e mostrou bastante agressividade por cima, evoluindo nas posições e soltando fortes golpes por cima. Por sua vez, Condit tentava atacar com algumas finalizações e até aplicava algumas cotoveladas por baixo. A história se repetiu na parcial seguinte, com domínio do campeão.

Mas GSP ainda teve que passar por um grande susto no duelo. No terceiro round, Condit teve seu melhor momento na luta. Após aplicar uma combinação de socos que pararam na guarda de GSP, o norte-americano soltou um potente chute que acertou a cabeça do campeão que foi ao solo. Carlos soltou vários socos e cotoveladas por cima, mas assim que teve uma oportunidade, St. Pierre conseguiu reverter a posição e ficar a segunda metade do assalto por cima.

Depois do susto no terceiro round, GSP voltou precavido para o quarto assalto e logo derrubou o adversário. Por cima, o campeão controlou a disputa com alguns golpes e evoluindo nas posições. A história se repetiu na última parcial e Georges St. Pierre unificou o cinturão dos meio-médios do Ultimate.

Hendricks derruba Kampmann e pede por cinturão
O norte-americano Johny Hendricks precisou de apenas 46 segundos para mostrar porque merece ser o próximo desafiante ao cinturão dos meio-médios. Logo no início da luta diante de Martin Kampmann, ele partiu para o ataque e, após fintar com um jab de direita, acertou um potente cruzado de esquerda que levou o dinamarquês ao solo.

“Foi demais. Ele é um cara duro, já sabia que tinha chances de conseguir me vencer. Mas tinha que chegar aqui e provar que eu mereço a oportunidade de disputar o título. Por favor, quero essa chance”, disse Hendricks após o duelo.

Rafael cala torcida e vence Bocek
Com direito a show, o brasileiro Rafael dos Anjos impôs seu jogo diante do canadense Mark Bocek e calou a torcida de Montreal na segunda luta do card principal do UFC 154. O brasileiro, que tem origem no jiu-jitsu, mostrou que a temporada que passou em Cingapura aprimorou sua trocação.

Com boa movimentação, Rafael evitou as quedas do adversário e soltou seu arsenal de golpes com potentes socos e, sempre que tinha a oportunidade, soltava perigosas joelhadas.

No segundo round, o brasileiro soltou ainda mais o jogo na trocação e até derrubou o rival, de onde trabalhou com alguns socos por cima e quase finalizou com uma Kimura, que foi bem defendida por Bocek.

Com vantagem nas duas primeiras parciais, o atleta carioca deu show no último assalto. Dos Anjos chegou a abaixar a guarda, aplicar chutes rodados e potentes uppers, que castigavam Mark, que não tinha nenhum poder de reação. Ao final da disputa, vitória tranquila de Rafael dos Anjos na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27).

Com o triunfo, Rafael alcançou a sequência de três triunfos no UFC, já que venceu Anthony Njokuani e Iran Kamal Shalorus em seus últimos combates pela organização.

Confira abaixo os resultados do UFC 154:

Card Principal
Georges St-Pierre derrotou Carlos Condit na decisão unânime dos juízes;
Johny Hendricks derrotou Martin Kampmann por nocaute no R1;
Francis Carmont derrotou Tom Lawlor na decisão dividida dos juízes;
Rafael dos Anjos derrotou Mark Bocek na decisão unânime dos juízes;
Pablo Garza derrotou Mark Hominick na decisão unânime dos juízes;

Card Preliminar
Patrick Coté derrotou Alessio Sakara por desclassificação.
Cyrille Diabaté finalizou Chad Griggs com um mata-leão no R1;
John Makdessi derrotou Sam Stout na decisão dividida dos juízes
Antonio Carvalho derrotou Rodrigo Damm na decisão dividida dos juízes;
Matthew Riddle derrotou John Maguire na decisão unânime dos juízes;
Ivan Menjivar finalizou Azamat Gashimov com um arm-lock aos 2 min e 44 s do R1;
Darren Elkins derrotou Steven Siler na decisão unânime dos juízes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário