Bisping provoca Belfort: “Vou fazer dele meu saco de pancadas no Brasil”

Bisping (foto) promete fazer de Belfort seu saco de pancadas no Brasil.

Assim como fez em 2012, o Ultimate irá abrir a temporada de 2013 no Brasil. O evento, que será realizado dia 19 de janeiro, em São Paulo, traz o duelo entre os pesos médios Michael Bisping e Vitor Belfort como atração principal. E o atleta inglês, que almeja uma vitória para se consolidar como desafiante ao cinturão de Anderson Silva, promete frustrar a torcida tupiniquim no confronto diante do atleta brasileiro.

Bisping, que nunca escondeu sua obsessão pelo título do UFC, revelou que ainda não pensa em um possível confronto diante de Anderson Silva, garante que seu foco está em Belfort, mas provoca o brasileiro, dizendo que irá surrá-lo em seu país.

“Longe de mim pensar em algo além da luta contra Vitor. Quero que essa luta seja muito importante, e sei que terei que dar o meu máximo nela. Não vai ser fácil, nós lutaremos no Brasil. Vitor bate muito forte. Mas acho que vou ser uma tempestade, e ele será meu saco de pancadas”, disparou Michael, em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting.

LEIAPreparador de Anderson considera ‘um crime’ encarar GSP nos meio-médios

O atleta inglês ainda reclamou das poucas defesas de cinturão feitas por Anderson e voltou a pedir uma disputa de título interino entre ele e Belfort. Para Bisping, a criação de cinturão interino ajudaria a movimentar a categoria, já que Anderson também luta nos meio-pesados e almeja um duelo de campeões contra Georges St. Pierre em um peso combinado.

“Sobre uma luta contra Anderson Silva, eu nunca quis um caminho fácil até o cinturão. Mas sua última luta foi pelos meio-pesados, e sua próxima provavelmente será em peso combinado (contra St. Pierre). Quando ele lutará pelos pesos médios? O que acontecerá se ele se lesionar e tiver que ficar afastado por algum tempo? Todo esse tempo terá passado, e os principais atletas da categoria terão ficado de lado”, disse.

MAISPezão: “Overeem bate como um leão, mas apanha como um gatinho”

“Todos queremos ser campeões mundiais um dia, porque trabalhamos muito e nos sacrificamos por isso. Nada acontece se Anderson não defender seu cinturão. Deveria haver a disputa de um cinturão interino. Com Weidman fora por algum tempo, acho que eu e Vitor deveríamos lutar pelo cinturão interino. Quem quer que o conquiste deve defendê-lo. Isso movimentaria a categoria, que está mais parada do que nunca porque o seu campeão não defende seu cinturão”, completou Bisping, que fez questão de salientar que se for escalado para enfrentar Anderson irá buscar o ataque diante do campeão.

“Se Anderson quiser defender seu cinturão contra o vencedor da minha luta contra Vitor, ótimo. Vou com tudo pra cima dele. É o que eu quero. Mas se ele for lutar contra Georges St-Pierre ou Jon Jones, algo precisará ser feito na categoria de médios”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário