Toquinho e Vina recebem suspensões médicas de seis meses

Lombard (dir.) derruba o brasileiro R. Toquinho no UFC on FX 6

Os brasileiros Rousimar Toquinho e Marcos Vina foram nocauteados em seus combates, neste final,  de semana no UFC, mas além do revés, os atletas tem um outro problema até retornarem ao combates: a suspensão médica.

Em ação no UFC on FX 6, evento realizado na sexta-feira (14), Toquinho foi nocauteado por Hector Lombard no primeiro round, mas o atleta mineiro sofreu uma grave fratura no pé ao aplicar um chute no joelho do cubano.

“No começo do round um dos meus chutes acertou a canela do Lombard, abaixo do joelho. Ouvi um estalo e sabia que algo ruim tinha acontecido. A partir deste momento comecei a sentir meu pé dormente e sem forças para caminhar ao redor do octógono. Foi muito complicado”, disse Toquinho.

Vina, que encarou Johnny Bedford, no TUF 16 Finale, acontecido no último sábado (15), também pode ficar fora do octógono por seis meses. Isso porque, segundo exames realizados após a disputa ele fraturou ossos da face e tem um gacho mínimo até 15 de fevereiro de 2013, mas que pode se estender até 15 de junho a não ser que ele seja liberado por um otorrinolaringologista ou por um cirurgião buco-maxilo-facial.

Vina sofreu, de acordo com o relatório da Comissão Atlética de Nevada, entidade responsável por sancionar o evento, fraturas na margem infra-orbital do olho direito, na sinus maxilar anterior direita e outras fraturas nasais.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário