Renan Barão brilha e defende cinturão dos pesos galos e pede luta contra Dominick Cruz

Brasileiro deu show ao finalizar MIchael McDonald na luta principal do UFC on FUEL 7

Renan Barao enfrenta Scott Jorgensen no UFC 143 Renan Barão brilha e defende cinturão dos pesos galos e pede luta contra Dominick Cruz

Barão finaliza McDonald e defende cinturão interino dos pesos galos. Foto: Josh Hedges

Com direito a show, Renan Barão mostrou coração, resistência e muita técnica para defender o cinturão interino dos pesos galos. O brasileiro finalizou o norte-americano Michael McDonald na luta principal do UFC on FUEL 7, evento realizado na tarde deste sábado (16), em Londres na Inglaterra. O programa de lutas do show contou ainda com mais dois atletas tupiniquins em ação: Renée Forte conquistou sua primeira vitória na organização ao bater Terry Etim, enquanto Jorge Santiago acabou superado pelo islandês Gunnar Nelson.

A luta

O combate principal do evento reuniu dois atletas da nova geração do esporte. Com 22 anos, o norte-americano Michael McDonald começou o duelo tomando a iniciativa diante do campeão interino Renan Barão, de 25 anos. Mas ligado na perigosa trocação do rival, o brasileiro logo buscou a queda e tentou somar pontos no início do duelo. Porém, Michael logo conseguiu se levantar a disputa continuou na trocação.

No segundo round veio o grande susto de Barão. McDonald conseguiu encaixar uma dura combinação de socos no brasileiro que sentiu os golpes e chegou a dobrar os joelhos. Mas com muita resistência, ele conseguiu se recuperar e seguir na disputa.

O terceiro assalto parecia ir para o mesmo caminho da parcial anterior. O norte-americano evitando as quedas do brasileiro e tentando manter a luta em pé. Porém, Barão conseguiu acertar um belíssimo chute rodado no rosto de McDonald que acusou o golpe e andou para atrás. Era o início da redenção.

Já no quarto round, com melhor preparo físico, Renan dominou o duelo. O potiguar acertou os melhores golpes em pé, levou a luta para o chão e passou a guarda. Na posição de 100 kg, ele encaixou um justo kata-gatame (estrangulamento) e forçou o norte-americano a desistir da disputa.

Ao final da batalha, ainda emocionando, Barão mandou seu recado para Dominick Cruz, campeão da categoria que está lesionado. “Eu quero é você Dominick Cruz”, disparou.

Santiago perde para islandês

O retorno de Jorge Santiago ao UFC não foi da forma que o brasileiro esperava. Convocado as pressas para o evento, o atleta tupiniquim não conseguiu impor seu jogo diante do islandês Gunnar Nelson.

No início da peleja, Jorginho tomou a iniciativa e tentou trabalhar com golpes de mão. Mas  Gunnar surpreendia o brasileiro trocando de base e saindo do raio de ação do atleta tupiniquim. Com Santiago confuso na movimentação, Nelson entrou rápido nas pernas e derrubou o brasileiro, de onde trabalhou por cima na luta de solo.

No segundo round o islandês continuou melhor. Logo nos primeiros movimentos ele encaixou sequência de três cruzados para em seguida levar a luta para o chão. No solo, ele chegou à meia guarda, de onde trabalhou com socos e golpes com o cotovelo e terminou a parcial montado.

Perdendo a luta após dois assaltos, Santiago abriu o jogo no terceiro round. Apesar do cansaço, o brasileiro tentou a luta franca diante de Gunnar e teve até bons momentos. Nos instantes finais, Nelson abaixou a guarda e Jorginho conseguiu acertar dois bons socos, que fizeram o rival balançar, mas já era tarde.

No final, vitória de Gunnar Nelson na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×27).

Renée luta bem e conquista 1ª vitória no UFC

O brasileiro Renée Forte parece ter encontrado sua categoria dentro do UFC. Depois de participar do TUF Brasil entre os pesos médios (até 84 kg.) e debutar no octógono na categoria de meio-médios (até 77 kg.) foi na divisão de leves que o atleta cearense mostrou seu potencial. Diante do inglês Terry Etim, Forte calou a torcida presente no Wembley Arena.

Com desvantagem na envergadura, o brasileiro logo encurtou a distância e trabalhou com potentes golpes de mão, que acertam o rosto do britânico em várias oportunidades.

No segundo round, Etim tentou se recuperar, mas logo foi pego num rápido contragolpe. Renée acertou uma boa sequência de golpes do rival e  prendeu Terry contra as grades e até derrubando o inglês durante a parcial.

Já no terceiro assalto, Renée aproveitou que o adversário precisava abrir o jogo para virar e peleja e buscou uma luta conservadora. Mesmo assim, ele continuou sendo mais contundente na trocação e até conseguir uma queda, de onde trabalhou por cima até o final da peleja.

No final, vitória de Renée Forte na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×27).

Confira abaixo os resultados completos do UFC on FUEL 7:

Card Principal

Renan Barão finalizou Michael McDonald com um kata-gatame no R4;

Cub Swanson derrotou Dustin Poirier na decisão unânime dos juízes;

Jimi Manuwa derrotou Cyrille Diabate por nocaute técnico no R1;

Gunnar Nelson derrotou Jorge Santiago na decisão unânime dos juízes;

James Te Huna derrotou Ryan Jimmo na decisão unânime dos juízes;

Matthew Riddle derrotou Che Mills na decisão dividida dos juízes;

Card Preliminar

Renée Forte derrotou Terry Etim na decisão unânime dos juizes;

Danny Castillo derrotou Paul Sass na decisão unânime dos juízes;

Andy Ogle derrotou Josh Grispi na decisão unânime dos juízes;

Tom Watson derrotou Stanislav Nedkov por nocaute técnico R2;

Vaughan Lee derrotou Motonobu Tezuka na decisão unânime dos juízes;

Phil Harris derrotou Ulysses Gomez na decisão unânime dos juízes;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário