Pezão sobre luta contra Velasquez: ‘Ele é duro, mas acredito nas minhas mãos’

Brasileiro disputa o cinturão dos pesos pesados no UFC 160, dia 25 de maio

Pezao 445x296 Pezão sobre luta contra Velasquez: Ele é duro, mas acredito nas minhas mãos

Pezão (foto) quer revanche contra Velasquez no UFC. Foto: Josh Hedges

O paraibano Antônio Pezão terá no dia 25 de maio, na luta principal do UFC 160, o maior desafio de sua carreira: bater Cain Velasquez e conquistar o cinturão dos pesos pesados do UFC. O brasileiro, que já enfrentou o campeão e foi derrotado pelo rival em maio de 2012, espera que a história seja diferente na revanche.

“Isso é muito grande para mim, é importante para a minha carreira, para a minha família, e eu quero esse título. Desta vez será diferente”, disse Pezão, em entrevista ao “MMA Fight Corner”. O lutador revelou que a adrenalina no primeiro duelo diante de Velasquez atrapalhou seu desempenho. No duelo, ele foi derrubado logo no início da luta e mantido no solo até ser decretado o nocaute técnico por um corte no supercilio.

“Na primeira luta eu estava muito nervoso porque era a minha estreia no UFC. Tinha muita adrenalina no meu corpo e eu não segui a estratégia do meu técnico. Mas agora eu tenho outras duas lutas no UFC, duas vitórias por nocaute, e eu estou muito confiante”, completou o brasileiro, que aposta no poder de suas mãos para conquistar o cinturão do Ultimate

“Cain Velasquez é um cara duro, um lutador completo. Ele tem boa trocação, luta jiu-jitsu e wrestling. Ele é duro, mas eu acredito nas minhas mãos. A cada luta eu fico melhor, e na primeira oportunidade eu vou botar a mão na cara dele”, encerrou o brasileiro.