Brasileiros fazem a festa no card preliminar do UFC Combate 2

Destaque para as vitórias de Fabio Maldonado e as finalizações de Gleison Tibau e Francisco Massaranduba

Fabio Maldonado 445x333 Brasileiros fazem a festa no card preliminar do UFC Combate 2

Maldonado (foto) vence e espanta má fase no UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Festa brasileira no card preliminar do UFC Combate 2, evento realizado na noite deste sábado (18), em Jaraguá do Sul, Santa Catarina. Com  sete combates envolvendo brasileiros contra estrangeiros, os atletas tupiniquins venceram seis disputas. Destaque para a vitória Fábio Maldonado diante de Roger Hollett e as finalizações de Gleison Tibau e Francisco Massaranduba.

A única derrota tupiniquim no card preliminar foi de Hacran Diaz, que travou um grande batalha diante de Nik Lentz. Após sofrer com o jogo tático do norte-americano nos dois primeiros rounds, Hacran ainda conseguiu uma boa recuperação no terceiro round e levantou a torcida. Mesmo assim ele acabou derrotado na decisão unânime dos juízes.

Massaranduba finaliza norte-americano

Francisco Massaranduba não tomou conhecimento de Mike Rio. Apesar do norte-americano ser especializada no jogo de quedas foi o brasileiro quem levou a disputa para o solo. Com uma queda sensacional, o participante da primeira edição do  TUF Brasil levantou Rio e jogou o rival no chão de maneira sensacional.

No solo, Massaranduba passou rapidamente a guarda do rival e envolveu o pescoço do norte-americano para encerrar a peleja com um kata-gatame em pouco mais de três minutos de disputa

Tibau passa por John Cholish

Considerado um dos principais pesos leves brasileiros no UFC, Gleison Tibau mostrou que a derrota sofrida para Evan Dunham no UFC 156, em sua última luta, faz parte do passado. Agressivo desde o primeiro minuto de luta, Tibau mostrou versatilidade para dominar John Cholish.

Tibau iniciou a disputa trabalhando com golpes de boxe, mas logo levou a luta para o chão. Porém, o norte-americano conseguiu se levantar e voltar a disputa em pé. Mesmo assim, Gleison continuou controlando as ações.

No segundo round, Tibau voltou ainda melhor. Ele tentou acertar uma joelhada voadora logo nos primeiros momentos e levantou a torcida. Depois de uma boa trocação entre os atletas, o brasileiro acertou um direto em Cholish que sentiu. Tibau partiu para cima, derrubou sue adversário, encaixou uma boa guilhotina e finalizou a luta.

P. Thiago vence Trator em duelo de policias

No duelo entre Paulo Thiago, policial do BOPE de Brasília, e Michel Trator, oficial das Forças Especiais de Belém, melhor o representante do Distrito Federal. Em um duelo equilibrado, Paulo Thiago conseguiu escapar do impeto inicial de Trator e venceu a peleja na decisão unânime dos juízes.

Trator começou tentando colocar um ritmo alucinante no início da luta. Misturando chutes altos com tentativas de queda, Michel trabalhou na curta distância e diminuiu o prejuízo que tinha na envergadura diante de Paulo Thiago.

Porém, o policial do BOPE voltou melhor na segunda parcial. Logo no primeiro minuto Paulo Thiago conseguiu um knockdown com um chute alto e trabalhou por cima durante boa parte da parcial. Mas quando ele tentou chegas as costas do oponente, Trator se levantou e a luta voltou para a trocação.

Com a luta equilibrada, o terceiro round seria o responsável por definir o vencedor do combate. A luta transcorreu durante a última parcial equilibrada, mas faltando 30 segundos para o fim, Paulo Thiago conseguiu uma queda e terminou a peleja por cima, soltando vários socos em Michel. A ação foi determinante para a decisão dos juízes laterais.

Ao final de 15 minutos de disputa, vitória de Paulo Thiago na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Maldonado vence Hollett e espira no UFC

Pressionado por uma vitória e com risco de demissão, Fábio Maldonado fez um combate dura diante de Roger Hollett, mas conseguiu deixar o octógono com a vitória. O  canadense começou melhor a luta e derrubou o brasileiro em duas oportunidades.

Ainda tentando se encontrar na luta, Maldonado levou um suto na metade do primeiro round. Hollett tentou um chute rodado, mas o golpe não subiu o suficiente e acertou o genital do brasileiro. Após usar os cinco minutos de recuperação que tinha direito, Maldonado voltou para o duelo disposto a reverter a vantagem do rival.

No segundo round, o brasileiro aproveitou que o Hollett tentava amarrar a luta no clinch e soltou vários socos curtos na linha de cintura. O rival sentiu o ataque e o brasileiro aproveitou o momento para abrir vantagem na parcial.

Com melhor preparo físico, Maldonado manteve o bom momento no terceiro assalto.  O brasileiro colocou seu boxe em ação e trabalhou com vários socos no corpo e no rosto de Roger Hollett, que, já cansado, não conseguia responder. No final do combate, Maldonado ainda conseguiu uma queda e terminou a peleja por cima.

Nas papeletas dos juízes, vitória de Fábio Maldonado na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×27, 29×28).

Mineiro abre evento com vitória

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Lucas Mineiro levantou o público presente na Arena Jaraguá. Diante de Jeremy Larsen, o atleta da Chute Boxe de São Paulo começou em desvantagem, sofrendo com os contragolpes de boxe e as quedas do norte-americano. Mas após levar desvantagem nas primeiras parciais, Lucas encerrou a disputa de maneira sensacional.

No início do terceiro round, Larsen partiu para uma sequência de socos, mas quando o norte-americano andava para frente Mineiro jogou um direto de encontro e levou o rival a nocaute.

“Eu vim para cá para dar um show para o Brasil! Eu sabia que ele ia querer trocar porrada para tentar me colocar para baixo, então treinei muito boxe. Vocês ainda vão ouvir falar muito de mim, Lucas Mineiro”, disse o brasileiro.

Confira abaixo os resultados do card preliminar do UFC Combate 2:

Vitor Belfort vs. Luke Rockhold

Ronaldo Jacaré vs. Chris Camozzi

Rafael dos Anjos vs. Evan Dunham

Rafael Sapo vs. João Zeferino

Card Preliminar

Nik Lentz derrotou Hacran Dias na decisão unânime dos juízes;

Francisco Massaranduba finalizou Mike Rio com um katagatame no R1;

Gleison Tibau finalizou John Cholish com uma guilhotina no R2;

Paulo Thiago derrotou Michel Trator na decisão unânime dos juízes;

Yuri Marajó derrotou Iliarde Santos por nocaute técnico

Fabio Maldonado derrotou Roger Hollett na decisão unânime dos juízes;

John Lineker derrotou Azamat Gashimov por nocaute técnico no R2;

Jussier Formiga derrotou Chris Cariaso na decisão unânime dos juízes;

Lucas Mineiro derrotou Jeremy Larsen por nocaute no R3;