Ex-polegar chama médico de Ryan de “mercenário e louco”

O ex-integrante do grupo Polegar Rafael Ilha, que também é ex-paciente do psiquiatra Sabino Ferreira de Farias Neto, criticou duramente a clinica e os métodos utilizados pelo psiquiatra no tratamento de dependentes químicos como no caso Ryan Gracie. Rafael, em entrevista concedida à repórter Bárbara de Souza do Diário de S. Paulo, afirmou: “Fiquei dez meses fumando crack dentro da clínica dele. O Sabino é mercenário e louco”. Sobre a clínica que pertence ao médico e na qual ficou por dez meses entre 1999 e 2000, Ilha disse que a clínica era um “spa de luxo”. A respeito do caso de Ryan, Rafael fez uma dura critica ao atendimento que o Gracie recebeu, “Não pode entupir o cara de remédio e virar as costas. Tinham que ter levado para um pronto-socorro”. Ainda na entrevista, Sabino classificou como “absurdas” as acusações de Ilha, mas disse que não era impossível a entrada de drogas em sua clinica.

Deixe seu comentário