Anderson e Shogun fazem a festa no UFC-97

Mais uma noite de show brasileiro no Ultime. Anderson Silva, Mauricio Shogun e Luis “Banha” Cane comandaram a festa tupininqum no UFC-97, terminado a pouco em Montreal, no Canadá. A única derrota brazuca no show ficou para Vinicius Magalhães que foi superado por Eliot-Marshall na decisão nos juízes. Na luta principal da noite, Anderson se saiu melhor no duelo de brasileiros e defendeu com sucesso seu cinturão ao passar por Thales Leites na decisão unânime dos árbitros, estabelecendo, de quebra, um novo recorde no Ultimate com nove vitórias seguidas no octógono.

Luiz Banha vs. Steve Cantwell.

Primeiro brasileiro a subir no octógono no card principal, Luiz “Banha” Cane mostrou seu eficiente Muay Thai contra o ex-campeão do WEC, Steve-Cantwell. Com boas combinações, o atleta da Gibi Thai comandou o primeiro assalto do princípio ao fim, porém no segundo round, fortes golpes do atleta americano atingiram o brasileiro, que sentiu a força do braço de Cantwell. Mas na volta para o round decisivo, Banha mostrou, novamente, seu arsenal de golpes e magoou o rosto de seu adversário que chegou a sangrar muito pelo nariz. No final, vitória do brasileiro na decisão unânime dos jurados.

Mauricio Shogun vs. Chuck Liddell

Em um dos combates mais aguardados dos últimos tempos, Mauricio Shogun e Chuck Liddell não decepcionaram o público presente no ginásio canadense. Após a estréia com derrota para Forrest Griffin e uma vitória apagada sobre Mark Coleman, Shogun mostrou porque chegou ao Ultimate como o melhor meio-pesado do mundo. Em uma luta movimentada, o líder da UDL mostrou seu arsenal de golpes para o americano, com bons socos, chutes e quedas sobre Liddel. Com pouco mais de quatro minutos de luta, o brasileiro acertou um direto de encontro no rosto do Iceman que foi a knockdown. O castigo continuou no ground and pounch, forçando o árbitro a interromper o combate, declarando Shogun vencedor por nocaute técnico.

Anderson Silva vs. Thales Leites

Em uma luta morna, Anderson Silva defendeu com sucesso o cinturão dos médios do UFC, ao derrotar Thales Leites na decisão unânime dos jurados. O combate iniciou com bastante estudo e pouca troca de golpes o que levou o público às inevitáveis vaias, este ritmo morno se arrastou durante todo o primeiro round. Já no segundo assalto, Thales conseguiu o que desejava desde o início, quedou Anderson Silva e chegou a passar a guarda do campeão, que usou de sua boa flexibilidade e envergadura para se desvencilhar do adversário e voltar ao combate em pé. Do terceiro round em diante, o combate se transformou num monólogo. Anderson Silva usando seu boxe em seqüência de socos curtos e pisões no joelho, enquanto, Thales Leites, tentava as quedas de forma desesperada. No final, após muitas vais do público canandese, Anderson conquista a vitória na decisão unânime dos árbitros. Confira os resultados completos do UFC-97:

Card Principal

– Anderson Silva derrotou Thales Leites na decisão unânime dos juizes;
Sam Stout derrotou Matt Wiman na decisão unânime dos juizes;
– Mauricio “Shogun” Rua nocauteou Chuck Liddell a 4min38s do R1;
– Krzysztof Soszynski finalizou Brian Stann com uma kimura a 3mins53s do R1;
– Cheick Kongo derrotou Antoni Hardonk por nocaute técnico a 2min29s do R2;
– Luiz “Banha” Cane derrotou Steve Cantwell na decisão unânime dos juizes;

Card Preliminar:
– Denis Kang derrotou Xavier Foupa-Pokam na decisão unânime dos juizes;
– Nate Quarry derrotou Jason MacDonald por nocaute técnico a 2min27s do R1;
– Ed Herman derrotou David Loiseau na decisão unânime dos juizes;
– Mark Bocek finalizou David Bielkheden com um mata-leão aos 4min57s do R1;
– TJ Grant derrotou Ryo Chonan na decisão dividida dos juizes;
– Eliot Marshall derrotou Vinícius “Pezão” Magalhães na decisão unânime dos juízes.

Deixe seu comentário