Wanderlei divulga vídeo esclarecendo postura no TUF: ‘Estou na missão de defender o Brasil’

Lutador brasileiro repudia declarações do norte-americano e pede para que torcida ‘abra o olho’

Wanderlei Vídeo 445x250 Wanderlei divulga vídeo esclarecendo postura no TUF: ‘Estou na missão de defender o Brasil’

Wanderlei (foto) publicou vídeo criticando Sonnen. Foto: Reprodução/YouTube

Wanderlei Silva publicou, nesta terça-feira (29), um vídeo no qual esclarece os motivos de ter se envolvido em confusões com Chael Sonnen nas gravações do reality show The Ultimate Fighter Brasil 3, que vai ao ar no Brasil nas madrugadas de segunda-feira.

Em um dos episódios, Wanderlei perdeu a cabeça e foi às vias de fato contra Sonnen, o que gerou grande polêmica. O brasileiro, inclusive, foi criticado por ter apoiado seu treinador auxiliar, André Dida, que atacou o norte-americano pelas costas no ocorrido.

LEIAWerdum desafia Cain Velasquez em novembro

O vídeo divulgado por Wanderlei apresenta a versão do brasileiro dos fatos, além de mostrar um resumo das antigas polêmicas nas quais Sonnen se envolveu. “Esse cara faz piada com violência doméstica, com o cara que bate na esposa. Ele fala que, no nosso país, o pessoal é sujo, que no Brasil não tinha internet, que era um bando de macacos. Isso não é promoção, isso não é comédia. Isso me revoltou, porque isso não é promoção”, criticou o ex-campeão do PRIDE.

MAIS SOBRE WAND X SONNEN:
‘Wanderlei e eu vamos ver como fomos idiotas’, diz Sonnen
Belfort: ‘A briga entre Wanderlei e Sonnen me envergonha’
Após briga com Sonnen, Wand agradece a Dida por lealdade

“Isso não existe, gente. Vamos abrir o olho. Esse cara está nos ridicularizando, quer nos humilhar. Isso não pode, chega de tudo isso. Eu estava me achando na missão de defender o Brasil, porque esse cara é um criminoso. Ele não deveria estar recebendo atenção da mídia e das coisas que nosso país tem para dar. Eu estava mostrando a minha indignação. Não adiantaria ele querer ser gente boa comigo, porque eu não iria ser enganado. Ele não ia ter falado tudo isso sobre o Brasil e eu ser conivente com isso”, comentou o brasileiro, que voltou a chamar seu rival de racista. 

“No fundo, quero saber que você veja o valor que você tem. Eu sei o valor que eu tenho, e quero que você descubra o seu. Não vai ser esse babaca, esse racista que vai chegar e falar um monte de coisa a nosso respeito que vai nos diminuir”, concluiu o lutador brasileiro.

Wanderlei Silva e Chael Sonnen se enfrentarão no UFC 175, que será realizado na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos, no dia 5 de julho.

Confira o vídeo abaixo: