Matt Brown faz valer apelido de ‘Imortal’, se recupera e atropela Erick Silva

Lutador brasileiro esteve perto de encerrar a luta no primeiro round, mas acabou sofrendo um duro castigo do rival até ser nocauteado

Matt BrownPoucas vezes na história do UFC um lutador fez valer tanto seu apelido como Matt Brown. O “Imortal”, como é conhecido, sofreu um duro castigo do brasileiro Erick Silva no primeiro round e esteve perto de perder a luta em algumas oportunidades, mas conseguiu sobreviver de maneira sensacional, voltou para o combate e aplicou um duro castigo no atleta capixaba até vencer por nocaute técnico no terceiro round. O combate foi a atração principal do UFC Fight Night 40, evento realizado na noite deste sábado (10), em Cincinnati, nos Estados Unidos.

A luta

Um dos melhores combates de 2014 começou quente desde os primeiros segundos. Erick logo soltou um chute na linha de cintura de Brown, que sentiu. O capixaba aproveitou o momento, acertou a costela do rival mais uma vez e foi para cima do norte-americano na luta de solo. A partir daí, o brasileiro soltou vários socos em Matt, chegou as costas e esteve perto de finalizar a disputa com um mata-leão. Mas de maneira muito valente Brown conseguiu se defender.

Depois de escapar do estrangulamento em duas oportunidades, o “Imortal” fez jus ao apelido, conseguiu se levantar e voltar para o combate de maneira sensacional. Na trocação, Brown encurtou a distância e soltou um arsenal de golpes contra Erick. O norte-americano aplicou socos, chutes, cotoveladas e joelhadas na trocação diante de Silva, que se segurava em pé com o duro castigo.

No segundo round, Brown manteve o ritmo avassalador do final da parcial anterior. Ele não quis perder tempo com estudos e logo encurtou a distância para voltar a castigar o brasileiro. Erick ainda voltou a chutar as costelas do norte-americano, que novamente sentiu o golpe, mas não tirou sua impetuosidade.

Já cansado, Erick Silva lutava para se manter no combate, enquanto Matt Brown continuava combinando ataques potentes contra o capixaba. Depois de ser derrubado, o brasileiro sofreu um corte na testa após diversas cotoveladas. Já sem conseguir se manter na peleja, ele virou-se de lado no chão e o árbitro Herb Dean encerrou o combate, decretando o nocaute técnico.

Além de Erick Silva, o programa de lutas do UFC Fight Night 40 contou com mais três brasileiros no card preliminar. Johnny Eduardo surpreendeu o favorito Eddie Wineland com um nocaute no primeiro round, mas Rafael Sapo e Yan Cabral foram superados na decisão dos juízes por Ed Herman e Zak Cummings, respectivamente (leia a matéria completa aqui).

Confira abaixo os resultados do UFC Fight Night 40:

Card Principal

Matt Brown derrotou Erick Silva por nocaute técnico no R3;

Costas Philippou derrotou Lorenz Larkin por nocaute no R1;

Daron Cruickshank derrotou Erik Koch por nocaute técnico no R1;

Neil Magny derrotou Tim Means na decisão unânime dos juízes;

Soa Palelei derrotou Ruan Potts por nocaute técnico no R1;

Chris Cariaso derrotou Louis Smolka na decisão dividida dos juízes;

Card Preliminar

Ed Herman derrotou Rafael Sapo na decisão unânime dos juízes;

Kyoji Horiguchi derrotou Darrell Montague por decisão unânime dos juízes;

Zak Cummings derrotou Yan Cabral na decisão unânime dos juízes;

Johnny Eduardo derrotou Eddie Wineland por nocaute técnico no R1;

Nik Lentz derrotou Manny Gamburyan na decisão unânime dos juízes;

Justin Salas derrotou Ben Wall por nocaute técnico no R1;

Albert Tumenov derrotou Anthony Lapsley por nocaute no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário