Brasileiro CBJJE vai definindo seus campeões

O segundo dia de disputas do Campeonato Brasileiro da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE) foi cheio de emoções. As disputas dos faixas azuis e dos absolutos das faixas roxa e marrom agitaram o público que compareceu ao Ginásio Mauro Pinheiro, no complexo do Ibirapuera, em São Paulo. Entre os destaques do dia, Sanderson Dantas levou a melhor no absoluto marrom, Claudia Gadelha no Absoluto Roxa e Pablo de Oliveira no azul.

Absolutos Marrom
Mais uma das feras vindas do Nordeste, Sanderson Dantas (Brasa) levou a melhor no absoluto da faixa marrom. Sanderson teve de bater três adversários para isso. Após vencer duas lutas por pontos, o lutador teve na final o duro Luiz André (Nova União). A luta estava empatada em 2 a 2, até que Sanderson encaixou uma justa americana de pé, golpe que fez o oponente desistir.

No feminino, quem levou a melhor foi Talita Andréa (Cícero Costa/Barbosa). A lutadora, que tem experiência em combates de MMA, fez a final direto contra Elisângela Fernandes (Checkmat). A vitória veio com um mata-leão após pegar as costas.

Absolutos Roxa
O campeão do absoluto faixa roxa foi Wesley Cezar (Brasa). Depois de fazer quatro combates, Wesley teve na final Kaue Damasceno (Nova União). O lutador vinha ganhando na pontuação, quando conseguiu pegar as costas e apertar o pescoço de Kaue com um estrangulamento e pôde partir para a comemoração.

No feminino quem levou a melhor foi Claudinha Gadelha. A fera da Nova União, que vem se destacando em todas as competições, fez um total de quatro combates. Na decisão, teve pela frente a mais pesada Ludymila Espindola . A vitória veio por 2 a 0, com uma queda.

Absoluto Azul
Outro que vem se destacando nas competições, tendo vencido peso e absoluto no Brasileiro da CBJJ, Alberto Emiliano (Nova União) foi bem mais uma vez, agora no Brasileiro da CBJJE. Depois de bobear e perder na categoria de peso, Pablo voltou com sede de vitória no absoluto e levou a melhor. Venceu um total de seis lutas. Na decisiva, contra Leandro Araujo (Tanque), finalizou com um armlock da meia-guarda. Antes também havia finalizado outros três oponentes.

Faixa azul (pesos)
No peso pluma, Denílson Bischiliari (Atos) alegrou o mestre Ramon Lemos. Com um corte de cabelo moicano, também mostrou estilo no tatame, tendo finalizado Marco de Oliveira (Cia Paulista) na final com um armlock da meia-guarda. Já outro destaque foi o campeão do pena Bruno Pucci (Checkmat/Curitiba). O lutador, que também venceu no Brasileiro da CBJJ, finalizou dois dos cinco adversários. Na final, contra Marcos José (Lótus), o triunfo foi por 8 a 0

No leve, quem levou a melhor foi Ricardo Lima (Barbosa), que fez cinco combates e bateu na disputa do ouro Rodrigo Campos (FBJJE) nas vantagens. Christophe Goes (Checkmat) foi o campeão no médio. Também tendo feito um total de cinco combates, bateu por dois pontos de vantagem Leandro Batista (Gracie Barra BH) na finalíssima. Já no pesado o grande campeão foi Murilo Lopes (Impacto). Depois de passar por três oponentes, Lopes, que tem apenas 17 anos, finalizou Paulo Cesar Jacinto (Franco Penteado) com um estrangulamento e garantiu o lugar no topo do pódio.

Deixe seu comentário