Felipe Mongo vence luta principal do WFC Pozil

A segunda edição do WFC Pozil agitou o público gaucho na Expogramado neste sábado. Tanto as super lutas quanto o desafio RS x RJ esquentaram a temperatura e agitaram a torcida. A vitória foi para o Rio de Janeiro, mas por placar apertado (3 a 2). Já na luta internacional, Felipe Arinelli, conhecido como Mongo, triunfou após uma dura batalha contra a pedreira do Uruguai Sebastian La Torre.

Depois de conseguir boas quedas e castigar no primeiro round, Mongo colocou ainda mais fogo no seguimento, quando foi com tudo para a trocação franca. Sebastian não desistia e, mesmo com forte sangramento no nariz, também partia para cima. Ao final a vitória foi para o brasileiro por decisão dividida, julgamento até surpreendente já que, apesar do empenho do estrangeiro, Mongo foi superior em todos os rounds. Na outra superluta internacional Marcelo Alfaia, o Grilo, acabou vencendo por WO. O adversário Manu Garcia (Espanha) não compareceu depois de alegar ter perdido o vôo. Em mais uma superluta, Miquel Falcão manteve a fama de nocauteador e venceu pela 23ª vez desta maneira, contra Arimarcel Chocolate. Depois de cair por cima ao chão, Falcão socou até a interrupção do árbitro Paulo Borracha.

O Sul iniciou bem o desafio contra o Rio. Num combate com bons momentos para os dois lados, Felipe Lavandoski bateu Leonardo Tangerina por decisão dividida. Em seguida foi a vez de Eduardo Pachu entrar em ação e igualar o placar. Na volta aos ringues depois da participação no GP do Fury FC, contra Nelson Velasques, o carioca precisou de pouco tempo para quedar e nocautear com socos da montada. “Estou de volta”, comemorou.

Coube a Igor Chatubinha colocar os cariocas à frente no marcador. Também rapidamente, o guerreiro da comunidade da Vila Cruzeiro encaixou um triângulo de braço para decidir contra Sandro Reni. Professor da fera, Robson Relma foi homenageado no evento pelo trabalho que vem fazendo nas comunidades carentes. Sob as instruções do lutador do UFC Thiago Tavares e do mestre Tunicão, Ivan Batman ampliou o placar para 3 a 1 a favor do RJ. Numa disputa que durou os três rounds, o lutador conseguiu boas quedas e trabalhou bem ao chão, com duas montadas, para vencer Rodrigo Pitbull por decisão dividida. Na última luta do Desafio, Gilmar Dutra diminuiu a diferença contra Rafael Capoeira. Depois de quedar, Gilmar pegou as costas e finalizou com um mata-leão, ainda no primeiro assalto. Capoeira, que caiu apoiando o braço, acabou contundido. Confira todos os resultados:

Super Lutas
– Marcelo Alfaia “Grilo” venceu Manu Garcia por WO
– Felipe Arinelli (Gracie Niterói – RJ) venceu Sebastian La Torre (Meca – URU) por decisão dividida
Maiquel Falcão (Falcão Team – RS) venceu Arimarcel Chocolate (Furacão Fight Tem) por TKO no 1º R

Desafio RS x RJ
– Felipe Lavandoski Grilo (Garra Team – RS) venceu Leonardo Tangerina (Vikytor Gym – RJ) por decisão dividida
– Eduardo Pachu (Vikytor Gym – RJ) venceu Nelson Velasques (Garra Team – RS) por TKO no 1º R
– Igor Veiga Chatubinha (Relma/Minotauro Team – RJ) venceu Sandro Reni (Arena – RS) com um triângulo de braço no 1º R
– Ivan Batman (Tavares Team – RJ) venceu Rodrigo Pitbull (Duarte Casca Grossa – RS) por decisão dividida
– Gilmar Dutra (Nogushi Team – RS) finalizou Rafael Capoeira (Vikytor Gym – RJ) com um mata-leão no 1º R

Deixe seu comentário