Strikeforce divulga salários

A Comissão Atlética do Estado da Califórnia divulgou as bolsas pagas aos atletas que participaram do Strikeforce, realizado no último sábado. O maior salário ficou para a musa Gina Carano, que mesmo derrotada pela brasileira Cris Cyborg, embolsou 125 mil dólares. Confira a lista completa dos salários:

Cris “Cyborg”: $25,000 (incluindo $5,000 de bônus pela vitória)
Gina Carano: $125,000
Cyborg derrotou Carano por TKO no R1;

Gegard Mousasi: $2,000 (sem bônus pela vitória)
Renato Sobral: $75,000
Mousasi derrotou Sobral por TKO no R1;

Gilbert Melendez: $50,000 (sem bônus pela vitória)
Mitsuhiro Ishida: $30,000
Melendez derrotou Ishida por TKO no R3;

Fabricio Werdum: $50,000 (incluindo $25,000 de bônus pela vitória)
Mike Kyle: $14,000
Werdum derrotou Kyle por finalização com guilhotina no R1;

Jay Hieron: $55,000 (incluindo $30,000 de bônus pela vitória)
Jesse Taylor: $12,000
Hieron derrotou Taylor na decisão unânime dos juizes

Scott Lighty: $4,000 (sem bônus pela vitória)
Mike Cook: $2,500
Lighty derrotou Cook por TKO no R1;

Justin Wilcox: $5,000 (incluindo $2,500 de bônus pela vitória)
David Douglas: $5,500
Wilcox derrotou Douglas por finalização com mata-leão no R3;

James Terry: $6,000 (incluindo $3,000 de bônus pela vitória)
Zak Bucia: $2,000
Terry derrotou Bucia por TKO no R1;

Alexander Trevino: $3,500 (incluindo $1,500 de bônus pela vitória)
Isaiah Hill: $2,000
Trevino derrotou Hill por finalização com chave de pé no R1;

Deixe seu comentário