Cigano e Belfort comandam festa brazuca no UFC-103

Vitor Belfort nocauteia Rich Franklin

Com um show de Júnior Cigano e Vitor Belfort, terminou há pouco o UFC-103, evento que agitou a noite de Dallas, nos Estados Unidos. Com cinco brasileiros em ação, apenas Rafaello “Trator” e Hermes França não conseguiram deixar o octógono com vitorias tupiniquins, sendo derrotados por Nick Lentz e Tyson Griffin, respectivamente. Já Rafael dos Anjos se reabilitou no Ultimate ao derrotar Rob Emerson na decisão dos árbitros, em combate do card preliminar. Nas principais lutas da noite, Cigano deu um show na trocação e derrotou a fera Mirko Cro Cop por desistência verbal, após uma sequencia de joelhadas do brasileiro. Já Vitor Belfort, precisou de pouco mais de três minutos para apresentar seu cartão de visitas para Rich Franklin, com um cruzado de esquerda, o “Fenômeno” levou o americano ao chão e castigou o adversário até a interrupção do juíz.

Tyson Griffin vs. Hermes França
De volta ao octógono após se recuperar de uma contusão, Hermes França não conseguiu impor seu jogo contra Tyson Griffin. Com pouca movimentação, o brasileiro foi alvo fácil para o americano no primeiro round. Após um inicio apático, Hermes voltou melhor para o segundo assalto, trabalhando o direto de encontro e levando perigo ao pupilo de Randy Couture, mas com boa movimentação, Griffin surpreendeu o cearense com um direto que esquerda, que levou o brazuca a knockdown, daí por diante, Tyson terminou o serviço no ground and Pound, vencendo a luta por nocaute técnico.

Rafael dos Anjos vs. Rob Emerson
Tentando a recuperação no Ultimate, Rafael dos Anjos não deu chances para o azar e dominou os três rounds contra o americano Rob Emerson. Com bons chutes baixos e um bom controle do octógono, o faixa-preta da Gracie Fusion, levou o combate na decisão unânime dos árbitros.

Junior Cigano vs. Mirko Cro Cop
Com um boxe de primeira, Júnior Cigano conseguiu algo até então improvável nesta noite: Fazer o croata Mirko Cro Cop recuar na trocação. Com bons diretos e cruzados, o atleta da Minotauro Team levou ampla vantagem nos dois primeiros assaltos. Já no terceiro round, Mirko tentou atacar o brasileiro, buscando o nocaute, enquanto, Cigano, surpreendia o adversário com boas joelhadas que deixaram o oponente grogue. Faltando dois minutos para o fim da luta, Cro Cop pediu a interrupção da luta, cedendo a vitoria para o brazuca por submissão verbal

Vitor Belfort vs. Rich Franklin
O combate principal da noite se iniciou bastante estudo. Usando a base do caratê, Vitor mostrava muita calma na trocação contra o experiente Rich Franklin. Mas um cruzado de esquerda, aplicado pelo brasileiro, foi o suficiente para levar o americano ao chão na posição de quatro apoios, daí por diante, o americano foi castigado até a interrupção do árbitro. Confira os demais resultados:

Card Principal
– Vitor Belfort nocauteou Rich Franklin a 3min02s do R1;
– Junior “Cigano” dos Santos derrotou Mirko “Cro Cop” Filipovic por desistência a 2min do R3;
– Paul Daley derrotou Martin Kampmann por TKO a 2min31s do R1;
Josh Koscheck derrotou Frank Trigg por nocaute técnico a 1min25s do R1;
– Tyson Griffin derrotou Hermes França por nocaute técnico a 3min26s do R2;

Card Preliminar
– Efrain Escudero derrotou Cole Miller por nocaute técnico a 3min36s do R1;
– Drew McFedries finalizou Tomasz Drwal com um mata-leão 1min03s do R2;
– Jim Miller derrotou Steve Lopez por nocaute técnico (lesão) a 48s do R2;
– Nick Lentz derrotou Rafaello “Trator” Oliveira na decisão unânime dos juízes;
– Rick Story finalizou Brian Foster com um triângulo de mão a 1min09s do R2;
– Eliot Marshall derrotou Jason Brilz na decisão dividida dos juízes;
– Vladimir Matyushenko derrotou Igor Pokrajac na decisão unânime dos juízes;
– Rafael dos Anjos derrotou Rob Emerson na decisão unânime dos juízes.

Deixe seu comentário