WEC-43: Rafael vence e Wagnney é derrotado

Realizado na noite de ontem em San Jose, nos Estados Unidos, o WEC-43 contou com a participação de dois brasileiros no show. Sem saber o que é perder há oito lutas, Wagnney Fabiano teve pela frente o invicto Mackens Semerzier. Faixa-preta da Nova União, Wagnney logo levou o combate para o chão, mas foi surpreendido por um justo triangulo com pouco mais de dois minutos de luta, sofrendo a melhor finalização da noite, segundo os promotores. Já Rafael Assunção conquistou sua sexta vitória consecutiva ao superar Yves Jabouin na decisão dividida dos juízes, após dominar os rounds finais.

No combate principal da noite, Benson Henderson derrotou Donald Cerrone numa grande luta, sendo decidida apenas na papeleta dos juízes, com o resultado, Henderson é o novo campeão interino dos pesos leves da organização. Confira os demais resultados:

Card principal:
– Benson Henderson derrotou Donald Cerrone na decisão unânime dos juízes;
– Dave Jansen derrotou Rich Crunkilton na decisão unânime dos juízes;
– Rafael Assunção derrotou Yves Jabouin na decisão dividida dos juízes;
– Damacio Page finalizou Will Campuzano com um mata-leão a 1min02s do R1;

Card Preliminar:
– Anthony Njokuani derrotou Muhsin Corbbrey por nocaute técnico a 1min42s do R1;
– Scott Jorgensen derrotou Noah Thomas por nocaute técnico a 3min13s do R1;
– Semerzier finalizou Wagnney Fabiano com um triângulo a 2min14s do R1;
– Deividas Taurosevicius derrotou Javier Vazquez na decisão dividida dos juízes;
– Charlie Valencia derrotou Coty Wheeler na decisão unânime dos juízes;
– Eddie Wineland derrotou Manny Tapia na decisão unânime dos juízes.

Deixe seu comentário