Wand vence e Minotauro é nocauteado no UFC-110

Realizado neste sábado, na Austrália, o UFC-110 agitou o publico presente na Acer Arena, na cidade de Sidney. Com dois atletas brasileiros no card, a torcida tupiniquim pôde comemorar a vitoria de Wanderlei Silva sobre Michael Bisping, mas lamentou a derrota de Rodrigo Minotauro para Cain Velasquez.

 

Wanderlei Silva vs. Michael Bisping

Wanderlei Silva estreou com o pé direito na categoria até 84 quilos. Apesar de Michael Bisping dominar o inicio da luta com duas boas quedas, o brasileiro se recuperou bem e aos poucos foi soltando seu jogo  e já no final do primeiro round dominava a luta, sendo amplamente superior na trocação. Já no segundo assalto, Wanderlei procurou atacar desde o principio, conseguindo usar bem os chutes baixos e bons socos. Acuado, o inglês procurou novamente a queda, nos instantes finais, mas Wand encaixou uma justa guilhotina, fazendo Bisping ser salvo pelo gongo. Já no terceiro round, o combate se manteve durante todo o tempo na trocação, com golpes mais contundentes do atleta brazuca, que controlou todo o duelo e tentou o nocaute nos segundos finais, onde levou Michael a knockdown com um cruzado e continuou o castigo no ground and pound, mas mais uma vez o gongo salvou Bisping.

 

Cain Velasquez vs. Rodrigo Minotauro

Pela primeira vez em treze eventos, Rodrigo Minotauro e Wanderlei Silva tiveram resultados diferentes em seus confrontos. Enfrentando o duro Cain Velasquez, Minotauro não conseguiu impor seu jiu-jitsu diante do americano. Mostrando grande evolução na trocação, Velasquez mostrou bons chutes e um boxe muito eficiente, atingindo o brasileiro com contundência. Com um cruzado de direita, Minotauro foi a knockdown e Cain com um duro ground and Pound forçou o árbitro Herb Dean a interromper o combate com dois minutos e vinte segundos de luta.

 

Mirko Cro Cop vs. Anthony Perosh

Chamado de última hora para substituir o lesionado Ben Rothwell, o atleta da casa Anthony Perosh, não foi um adversário a altura para o sempre temido Mirko Cro Cop. No round inicial, o ex-campeão do Pride defendia bem as tentativas desesperadas de queda do australiano e sempre castigava o adversário, chegando a levar Perosh a knockdown. No segundo assalto a história não foi diferente. Mirko usou bem o ground and pound para abrir um grande corte na testa de Anthony, que sangrava muito. No intervalo entre o segundo e terceiro round, os médicos decidiram parar a luta devido ao tamanho do ferimento no rosto de Perosh, decretando assim a vitória do croata. Confira os resultados completos do evento:

 

Card principal:

– Cain Velasquez derrotou Rodrigo “Minotauro” Nogueira por nocaute técnico no R1;

– Wanderlei Silva derrotou Michael Bisping na decisão unânime dos juízes;

– George Sotiropoulos derrotou Joe Stevenson na decisão unânime dos juízes;

Ryan Bader nocauteou Keith Jardine a 2min10s do R3;

– Mirko “Cro Cop” Filipovic derrotou Anthony Perosh por nocaute técnico (corte) no R2;

 

Card Preliminar:

– Krzysztof Soszynski derrotou Stephan Bonnar por nocaute técnico no R3;

– Chris Lytle finalizou Brian Foster com uma leglock no R1;

– C.B. Dollaway derrotou Goran Reljic na decisão unânime dos juízes;

– James Te Huna derrotou Igor Pokrajac por nocaute técnico no R1.

Deixe seu comentário