Thales finaliza rápido no Bitetti Combat

Apesar de muitas baixas de última hora, o Bitetti Combat Brasília agitou o público presente no Ginásio Nilson Nelson na capital federal. Paulo Filho, que faria o combate principal da noite, não se apresentou por motivos pessoais e deixou o japonês Yuki Sasaki sem adversário, com isso, coube a Thales Leites proporcionar a atração principal do show contra Rico Washington. O faixa-preta da Nova União não deu chances para o americano e finalizou rapidamente o oponente com um katagame aos dois minutos e quarenta de luta.

 

Thales Leites vs. Rico Washington

Voltando a se apresentar no Brasil, Thales Leites fechou com chave de ouro o evento. Logo no inicio do combate, o brasileiro conseguiu a queda, mas, após a reclamação do corner do americano, o combate reiniciou em pé e com cartão amarelo para o brazuca. Porém, Thales conseguiu uma nova queda e rapidamente foi para a montada. Dai em diante, o faixa-preta tupinquim atacou em sua especialidade, um justo katagatame, forçando Rico a desistir da luta.

 

Glover Teixeira vs. Joaquim “Mamute”

Convocado de última para substituir o americano Jeff Monson, Joaquim Mamute começou melhor o combate diante de Glover Teixeira. O atleta da Gracie Fusion chegou a conectar um bom cruzado, que fez seu oponente sentir o golpe e procurar o clinch, porém, melhor preparado, Glover logo se impôs no combate e usou sua boa trocação para castigar Mamute. Após um primeiro round onde já sentia a condição física, Joaquim foi presa fácil para o pupilo de Pedro Rizzo no segundo assalto, que continuou o castigo até o corner jogar a toalha em sinal de desistência.

 

Danillo “Índio” Villefort vs. Cassiano Tytschyo

Em dos combates mais esperados da noite, Danillo “Índio” deu um show diante de Cassiano Tytschyo. Em uma trocação franca desde o inicio, o atleta da ATT conectou um forte direto de direita, levando o adversário a nocaute aos 57 segundos de luta.

 

Cristiano Marcello vs. Emiliano Cobra Vatt

Afastado dos combates de MMA há mais de dois anos, o faixa-preta Cristiano Marcelo não sentiu a falta de ritmo e colocou em pratica seu afiado jiu-jítsu. Após cair por baixo, o faixa-preta tupiniquim foi rápido no gatilho e aplicou um justo arm-lock, finalizando o argentino Emiliano Cobra com um minuto e cinco segundos de luta.

 

Luiz Firmino “Buscapé” vs. Francisco Drinaldo “Massaranduba

Após o inicio bastante travado no clinch, Francisco “Massaranduba” surpreendeu o favorito Luiz Firmino “Buscapé”. Após uma queda, Massanduba logo partiu para uma chave de pé, que foi bem defendida pelo atleta da ATT, porém, rápido no gatilho, Francisco partiu para o leg-lock, forçando os três tapinhas.

 

Leandro Batata vs. Gustavo “Labareda” Sampaio

Após um primeiro round com bastante trocação, onde Gustavo “Labareda” buscava usar os chutes, enquanto, Batata tentava contra-atacar com seu eficiente boxe, o atleta local teve uma leve vantagem. Já no segundo e terceiro assalto, Batata resolveu mudar a estratégia e buscou logo as quedas, sendo feliz em todas as oportunidades. Usando bem o ground and pound e tentativas de finalização, Leandro Batata conseguiu a vitoria na decisão unânime dos árbitros.

 

Ediene “Índia” Gomes vs. Amanda Nunes

Na luta feminina da noite, Amanda Nunes surpreendeu o publico ao derrotar a favorita Ediane Índia, no combate de abertura do show. Mostrando um bom boxe e um grande jogo de chão, Amanda dominou todo o combate na trocação e no jogo de chão. Após um primeiro round onde a atleta de Edson Carvalho teve grande chance de finalizar a adversária na volta para o segundo assalto ela não perdeu a chance de definir o combate. Após uma trocação franca, Amanda levou o combate para o chão e usou o ground and pound até a interrupção do árbitro.

 

Confira os demais resultados do evento:

 

– Thales Leites finalizou Rico Washington com um katagatame no R1;

– Glover Teixeira derrotou Joaquim “Mamute” por desistência no R2;

– Danillo “Índio” Villefort nocauteou Cassiano Tytschyo no R1;

– Cristiano Marcello finalizou Emiliano Cobra Vatt com um arm-lock no R1

– Francisco Drinaldo “Massaranduba” finalizou Luiz Firmino “Buscapé” com um leglock no R1;

– Yuri Villefort derrotou Júlio Cesar Merenda na decisão unânime dos juízes;

– Leandro Batata derrotou Gustavo “Labareda” na decisão unânime dos juízes;

– Cesar “Mutante” finalizou Felipe “Mongo” com um triângulo de mão no R2;

– Amanda Nunes derrotou Ediene “Índia” Gomes por nocaute técnico no R2.

Deixe seu comentário