Comissão Atlética divulga salários do UFC on Versus

Cheick Kongo

A Comissão Atlética do Estado do Colorado divulgou as bolsas pagas aos atletas que participaram do UFC on Versus, evento realizado no último domingo, em Broomfield. O maior salário do show ficou para o peso pesado frances Cheick Kongo, que ao derrotar Paul Buentello embolsou 110 mil. Confira a lista completa dos salários:

 

Jon Jones: $40,000 ($20,000 pela apresentação, $20,000 de bônus pela vitoria)

Brandon Vera: $60,000

Jones derrotou Vera por TKO

 

Junior  “Cigano”: $70,000 ($35,000 pela apresentação, $35,000 de bônus pela vitoria)

Gabriel “Napão” Gonzaga: $67,000

Cigano derrotou Gonzaga por TKO

 

Cheick Kongo: $110,000 ($55,000 pela apresentação, $55,000 de bônus pela vitoria)

Paul Buentello: $40,000

Kongo derrotou Buentello por fianlização (socos)

 

Alessio Sakara: $42,000 ($21,000 pela apresentação, $21,000 de bônus pela vitoria)

James Irvin: $20,000

Sakara derrotou Irvin por TKO

 

Clay Guida: $50,000 ($25,000 pela apresentação, $25,000 de bônus pela vitoria)

Shanon Gugerty: $9,000

Guida derrotou Gugerty por finalização (triangulo de mão)

 

Vladimir Matyushenko: $56,000 ($28,000 pela apresentação, $28,000 de bônus pela vitoria)

Eliott Marshall: $10,000

Matyushenko derrotou Marshall na decisão dividida dos juízes

 

Darren Elkins: $12,000 ($6,000 pela apresentação, $6,000 de bônus pela vitoria)

Duane Ludwig: $12,000

Elkins derrotou Ludwig por TKO

 

John Howard: $26,000 ($13,000 pela apresentação, $13,000 de bônus pela vitoria)

Daniel Roberts: $6,000

Howard derrotou Roberts por nocaute

 

Brendan Schaub: $20,000 ($10,000 pela apresentação, $10,000 de bônus pela vitoria)

Chase Gormley: $10,000

Schaub derrotou Gormley por TKO

 

Mike Pierce: $16,000 ($8,000 pela apresentação, $8,000 de bônus pela vitoria)

John Paulino: $8000

Pierce derrotou Paulino na decisão unânime dos juízes

 

Jason Brilz: $18,000 ($9,000 pela apresentação, $9,000 de bônus pela vitoria)

Eric Schafer: $13,000

Brilz derrotou Schafer na decisão unânime dos juízes



Deixe seu comentário