UFC-111: Toquinho e Cachorrão finalizam em noite de St. Pierre e Carwin

Com shows de Georges St. Pierre e Shane Carwin, terminou há pouco em Newark, nos Estados Unidos, o UFC-111. Diante do inglês Dan Hardy, GSP não tomou conhecimento de seu oponente e defendeu com sucesso o cinturão dos meio-médios do Ultimate. Já Shane Carwin mostrou que além de explosivo, sabe lutar com estratégia e nocauteou o ex-campeão Frank Mir para se sagrar campeão interino dos pesos pesados. Entre os brasileiros em ação no show, Rousimar Toquinho e Ricardo Cachorrão finalizaram seus oponentes, Tomasz Drwal e Matt Brown, respectivamente, porém, Fabricio Camões acabou superado por Kurt Pelegrino, também por finalização.

 

Rousimar Toquinho vs. Tomasz Drwal

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Rousimar Toquinho conseguiu sua terceira vitoria no UFC. O polonês Tomasz Drwal logo no inicio da luta, tentou um chute frontal contra o brazuca, mas acabou escorregando e Toquinho foi rápido no gatilho, encaixando uma chave de tornozelo e forçando a desistência em apenas 45 segundos.

 

Ricardo Cachorrão vs. Matt Brown.

Após a finalização de Toquinho, Ricardo Cachorrão não deixou por menos. Enfrentando o duro Matt Brown, o faixa-preta tupiniquim procurou desde o inicio da luta o trabalho de chão. Com um primeiro round muito clinchado, Cachorrão conseguiu a queda no segundo assalto e rapidamente chegou as costas e finalizou o americano com um mata-leão.

 

Fabrício Morango vs. Kurt Pelegrino

Logo no início do combate, Morango partiu pra cima de Pelegrino buscando levar a luta para o chão. Após o clinch, o brasileiro conseguiu uma linda queda de judô e chegou as costas do americano, de onde tentou encaixar um mata-leão. Para tentar se defender, Kurt se jogou  ao chão e o brazuca acabou caindo de cabeça no octógono. A partir daí, Pelegrino dominou todo o assalto inicial, castigando o brasileiro na guarda. No inicio do segundo round, Fabrício já estava cansado, telegrafando as entradas nas pernas, e foi rapidamente levado para o chão. Após chegar as costas do brasileiro, Kurt encaixou um estrangulamento, forçando o brasileiro a desistir do combate.

 

Shane Carwin vs. Frank Mir

Conhecido por sua explosão, Shane Carwin mudou a estratégia diante de Mir. O lutador procurou a luta no clinch, onde tentava derrubar Frank, que defendia bem a queda. Durante o clinch, Carwin disparou uma sequencia de uppers que levaram Mir ao chão. O árbitro deixou a luta proseguir e o massacre foi ainda maior

 

Georges St. Pierre vs. Dan Hardy

Defendendo o cinturão dos meio-médios pela quinta vez, GSP comprovou porque é considerado um dos melhores lutadores peso por peso do mundo. Durante os cinco rounds do confronto contra Dan Hardy, GSP não quis saber de trocação e sempre levava a luta para o chão com suas eficientes quedas. O canadense usava bem o ground and pound e chegou a levar perigo ao inglês durante duas tentativas de finalização, mas mostrando muita garra, Hardy conseguiu se defender e terminou o duelo sem ser finalizado. No final, GSP vence sem dificuldades por 50-45, 50-44 e 50-43 e mantém o cinturão. Confira os resultados completos:

 

Card Principal

Georges St. Pierre derrotou Dan Hardy na decisão unânime dos juízes;

Shane Carwin derrotou Frank Mir por nocaute no R1;

Kurt Pellegrino finalizou Fabricio Camoes com um mata-leão no R2;

Jon Fitch derrotou Ben Saunders na decisão unânime dos juízes;

Jim Miller derrotou Mark Bocek na decisão unânime dos juízes;

 

Card Preliminar

Nate Diaz derrotou Rory Markham por nocaute técnico no R1;

Ricardo “Cachorrão” Almeida finalizou Matt Brown com um mata-leão no R2;

Rousimar Palhares finalizou Tomasz Drwal com uma chave de calcanhar no R1;

Jared Hamman derrotou Rodney Wallace na decisão unânime dos juízes;

Matt Riddle derrotou Greg Soto por desqualificação por um chute ilegal no R3

Deixe seu comentário