Entre aplausos e vaias, Anderson vence Demian no UFC-112

Entre aplausos e vaias, Anderson Silva defendeu pela sexta vez o cinturão dos médios no UFC-112, evento que rolou esta tarde em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. O “Spider” começou impondo seu ritmo diante do também brasileiro Demian Maia, mas relaxou no combate e acabou vaiado pelo público. Se o favoritismo foi confirmado no peso médio, o mesmo não se pode dizer entre os leves. Frank Edgar, surpreendeu a todos e tirou a hegemonia do havaiano BJ Penn na categoria até 70 quilos, se sagrando como novo campeão. Já os demais brasileiros no card saíram com uma vitória e uma derrota. Rafael dos Anjos foi bem e finalizou o inglês Terry Etim, enquanto, Renzo Gracie acabou nocauteado por Matt Hughes.

 

Anderson Silva vs. Demian Maia

Mostrando-se amplamente superior na trocação, Anderson levantou o público nos dois primeiros assaltos com bons golpes de boxe e potentes chutes baixos, enquanto, Demian não se encontrava no combate e se jogava no chão tentando colocar em prática seu jiu-jítsu. Porém, nos rounds seguintes, Silva se limitou apenas à provocação e a certa soberba do “Spider” fez a torcida se virar contra ele. Nos últimos dois rounds, Demian conseguiu se superar e após não ter conseguido colocar em prática seu jiu-jitsu acertou bons socos em Anderson, que sentiu, e fez a torcida gritar seu nome. Mas já era tarde e o atleta da Minotauro Team defende com sucesso o títulos dos médios, apesar das vaias de toda a arena.

 

Frank Edgar vs. BJ Penn

Se movimentando durante todos os cinco assaltos, Edgar mostrou muita velocidade para superar o sempre devastador boxe de BJ. Após um primeiro round onde o havaiano foi superior, Frank se achou na luta e encaixou mais golpes de mão, mesclando com tentativas de quedas, enquanto, Penn confiava em seu potente contra-ataque. No final, vitória para o aluno de Ricardo Cachorrão na decisão unânime dos árbitros.  

 

Matt Hughes vs. Renzo Gracie

De volta ao MMA após dois anos e meio afastado, Renzo iniciou bem o duelo contra o ex-campeão Matt Hughes. Usando bem os golpes de boxe o brasileiro foi melhor no primeiro assalto, porém, com o decorrer da luta, o Gracie começou a sentir o preparo físico e principalmente os chutes na coxa. No terceiro round, já bastante cansado, Hughes levou o brazuca ao chão em duas oportunidades com os low kicks e faltando 30 segundos para o final do combate, o americano levou o brasileiro a nocaute com uma sequência de golpes de boxe.

 

 

Rafael dos Anjos vs. Terry Etim

Revivendo os clássicos duelos entre jiu-jítsu e luta livre, o brasileiro Rafael dos Anjos deu show pra cima do inglês Terry Etim. Após passar um sufoco com uma justa guilhotina no primeiro assalto, o faixa-preta da Gracie Fusion se recuperou no segundo round e conseguiu impor seu eficiente jogo de chão, chegando à posição norte/sul. Daí em diante, partiu para o arm-lock. Confira os demais resultados:

 

Card principal:

– Anderson Silva derrotou Demian Maia na decisão unânime dos juízes;

Frankie Edgar derrotou BJ Penn na decisão unânime dos juízes;

– Matt Hughes derrotou Renzo Gracie por nocaute técnico no R3;

– Rafael dos Anjos finalizou Terry Etim com um arm-lock no R2;

Mark Munoz derrotou Kendall Grove por nocaute técnico no R2;

 

 Card preliminar:

Phil Davis finalizou Alexander Gustafsson com um triângulo de mão no R1;

– John Gunderson x Paul Taylor – luta cancelada;

– Rick Story derrotou Nick Osipczak na decisão dividida dos juízes;

– Paul Kelly finalizou Matt Veach com uma guilhotina no R2;

– Jon Madsen derrotou Mostapha Al Turk na decisão unânime dos juízes;

– DaMarques Johnson derrotou Brad Blackburn por nocaute técnico no R3.

Deixe seu comentário