Festa brasileira no Strikeforce Heavy Artillery

Festa brasileira no Strikeforce Heavy Artillery, evento realizado neste sábado em St Louis, nos Estados Unidos. Dos seis atletas brasileiros que se apresentaram no show, cinco deixaram o octógono com vitorias. Entre todos os brazucas, apenas Vitor Shaolin acabou superado por Lyle Beerbohm na decisão dividida dos juízes.

 

 

Kiko France finaliza rápido

Primeiro brasileiro a entrar em ação, Francisco “Kiko” France foi rápido no gatilho e finalizou Lee Brousseau. Logo no inicio da luta, o atleta tupiniquim levou o combate para o chão, chegou as costas e finalizou o duelo com um mata-leão a 1 minuto e 27 segundos de luta. 

 

Rafael Feijão nocauteia

Enfrentando Antwain Britt, Rafael Feijão sentiu dificuldades para encaixar seu jogo diante do americano que trabalhava bem no clinch. Porém, com pouco mais de três minutos o brazuca conseguiu impor sua melhor trocação e conseguiu um belo knockdown, terminado o castigo num rápido ground and pound

 

Roger finaliza Kevin Randleman.

Voltando ao MMA após um intervalo de dois anos, Roger Gracie sentiu a falta de experiência na trocação, porém, o faixa-preta conseguiu usar bem sua envergadura e aplicar bons jabs no americano. Após controlar a distancia e vencer o primeiro assalto, o brasileiro aplicou uma bela joelhada no segundo round, levando Randleman ao chão, em seu terreno, o Roger chegou a montada, dominou as costas e finalizou com um belo mata-leão a 4 minutos e 10 segundos do segundo round.

 

Jacaré passa por Joey Villasenor

Mostrando grande evolução em seu jogo, Ronaldo Jacaré aplicou um ritmo alucinante no combate contra Villasenor. Com boa movimentação, socos e um arsenal de quedas, o faixa-preta castigou o oponente no ground and pound nos dois primeiros assaltos. No último round, Jacaré sentiu o cansaço, mas conseguiu controlar bem o combate não sofrendo riscos e faturando a vitoria na decisão dos juízes.

 

Antonio Pezão vence Andrei Arlovski

Enfrentando o maior desafio de sua carreira, Antonio Pezão não se intimidou diante do ex-campeão do UFC. Melhor na trocação, o brasileiro usou bem os golpes de boxe para castigar o bielorrusso, trabalhar bem no clinch e ainda conquistar algumas boas quedas. Solto no combate, Pezão se arriscou abaixando a guarda do final e levando a platéia. Após três assaltos, vitoria brazuca na decisão unânime dos juízes.

 

Alistair Overeem nocauteia Rogers e pede por Fedor.

No combate principal da noite, Alistair Overeem comprovou a grande fase na carreira e atropelou Brett Rogers, defendo com sucesso o cinturão dos pesos pesados do show. No inicio da luta, Overeem trabalhava os golpes de mão com boas fintas e chutes baixos. Após uma linda queda, o holandês castigou o desafiante até a interrupção do árbitro, decretando assim a vitoria por nocaute técnico e a manutenção de uma invencibilidade de quase três anos. Após o combate, Alistair não perdeu tempo e desafiou o russo Fedor Emelianenko para ser seu próximo oponente na organização. Confira os demais resultados do show:

 

Card principal:

– Alistair Overeem derrotou Brett Rogers por nocaute técnico no R1;

Antônio “Pezão” Silva derrotou Andrei Arlovski na decisão unânime dos juízes;

Ronaldo “Jacaré” Souza derrotou Joey Villasenor na decisão unânime dos juízes;

Roger Gracie finalizou Kevin Randleman com um mata-leão no R2;

Rafael “Feijão” derrotou Antwain Britt no R1 por nocaute técnico no R1;

 

Card preliminar:

– Jesse Finney finalizou Justin DeMoney com uma guilhotina no R1;

– Lyle Beerbohm derrotou Vitor “Shaolin” Ribeiro na decisão dividida dos juízes;

– Darryl Cobb derrotou Booker DeRousse na decisão dividida dos juízes;

Francisco “Kiko” France finalizou Lee Brousseau com um mata-leão no  R1;

– Mike Chandler finalizou Sal Woods com um mata-leão no R1;

– Matt Ricehouse finalizou Gregory Wilson com um mata-leão no R3;

– Tomas Aaron finalizou Erik Steenberg com uma guilhotina no R1

 

Deixe seu comentário