Rashad vence Rampage e enfrenta Shogun pelo cinturão

Terminou há pouco em Las Vegas o UFC-114, evento que teve como luta principal o duelo entre Rashad Evans e Quinton “Rampage” Jackson, definindo o próximo adversário de Mauricio Shogun na disputa do cinturão dos meio-pesados. Melhor para Rashad, que venceu o combate na decisão dos juízes e terá novamente a chance de lutar o titulo da categoria mais disputa do Ultimate. Entre os brasileiros no card, Luiz “Banha” Cané foi surpreendido pelo francês Cyrille Diabate logo no inicio da luta e acabou derrotado por nocaute técnico. Já Rogério Minotouro encontrou muitas dificuldades, mas venceu Jason Brilz na decisão dos juízes.

 

Banha perde segunda consecutiva

Diante do de Cyrille Diabate, Luiz Banha tentava a recuperação do UFC, já que vinha de derrota para Rogério Minotouro no UFC-106. Porém o brasileiro não conseguiu se encontrar no combate contra o adversário francês que usou sua envergadura para golpear o brasileiro. Após cair com uma entrada de Diabate, o brazuca foi castigado no ground and pound até a interrupção do árbitro. Banha ainda tentou contestar a intervenção do juiz, mas já era tarde.

 

Minotouro passa sufoco, mas vence

Foi mais sofrido que o esperado, mas o Rogério Minotouro conseguiu sua segunda vitoria no Ultimate. Diante de Jason Brilz, que foi convocado faltando apenas três semanas para o combate, Minoto começou melhor a luta, combinando os golpes de mão com joelhadas, mas após ser derrubado passou por dificuldades no ground and pound do americano. Já no segundo assalto, o brasileiro não se encontrou e levou desvantagem na trocação e quase foi finalizado com uma apertada guilhotina. Porém, Brilz se cansou no terceiro round e Rogério conseguiu ser melhor, dominando o combate em pé e no chão. Ao final da luta, vitoria tupiniquim na decisão dividida dos juízes.

 

Todd Duffe é surpreendido no final

Todd Duffe estreou no Ultimate de forma alucinante, conquistando o nocaute mais rápido da organização no UFC-102, e diante de Mike Russow a historia parecia seguir o mesmo caminho. Após um começou de amplo domínio, usando excelentes combinações de boxe, Duffe diminuiu o ritmo durante o combate e parecia administrar a luta. Mas o gordinho Mike Russow, que não demonstrava nenhuma reação, surpreendeu Todd com um justo golpe de direita, que caiu nocauteado com pouco mais de dois minutos e meio do terceiro round.

 

Rashad vence Rampage na decisão

Após muitas provocações de ambos os lados, Rashad Evans e Quinton Jackson se enfrentaram esta noite e combate começou eletrizante. Com poucos segundos, Evans acertou um forte cruzado, que fez Rampage perder o equilíbrio e quase ir à knockdown, porém, o ritmo da luta diminuiu e Rashad optou por uma luta mais tática, trabalhando bem no clinch durante o todo primeiro assalto. No segundo round, a estratégia foi a mesma, Evans mantinha a luta clinchada, enquanto golpeava na curta distância. Perdendo por pontos, Jackson soltou o jogo no último round e após defender uma tentativa de queda aplicou um forte upper levando o adversário ao chão. Rampage tentou aproveitar e golpear no ground and pound, mas Rashad logo se recuperou e ficou por cima castigando o rival até o final da luta. No final, vitoria de Rashad Evans na decisão unânime dos juízes. Com o triunfo, o púpilo de Greg Jackson terá a chance de disputar o cinturão do brasileiro Mauricio Shogun, ainda sem data definida, mas o duelo deve acontecer ainda este ano.

 

Confira os resultados completos do evento:

 

Card Principal

Rashad Evans derrotou Quinton “Rampage” Jackson na decisão unânime dos juízes;

Michael Bisping derrotou Dan Miller na decisão unânime dos juízes;

Mike Russow derrotou Todd Duffee por nocaute no R3;

Rogério “Minotouro” Nogueira derrotou Jason Brilz na decisão dividida dos juízes;

John Hathaway derrotou Diego Sanchez na decisão unânime dos juízes;

 

Card Preliminar

Dong Hyun Kim derrotou Amir Sadollah na decisão unânime dos juízes;

Efrain Escudero derrotou Dan Lauzo na decisão unânime dos juízes;

Melvin Guillard derrotou Waylon Lowe por nocaute no R1;

Ryan Jensen finalizou Jesse Forbes com uma guilhotina noR1;

Cyrille Diabate derrotou Luiz “Banha” Cane por nocaute técnico no R1;

Aaron Riley derrotou Joe Brammer  na decisão unânime dos juizes;

Deixe seu comentário