Siyar Bahadurzada nocauteia Carlos Indio no Shooto Brasil 17

Com três disputas de cinturão, sendo dois mundiais e um sul-americano, aconteceu nesta sexta-feira, no Clube Hebraica, Rio de Janeiro, o Shooto Brasil 17. No combate principal da noite, Siyar Bahadurzada mostrou porque é o atual campeão até 84 quilos do evento. Depois de nocautear Leandro Batata no Shooto 13, o afegão radicado na Holanda voltou ao Brasil e não tomou conhecido de Carlos Índio, nocauteando o atleta tupiniquim logo no inicio do primeiro assalto.

 

Na disputa brasileira pelo cinturão mundial dos meio-médios, Luiz Beição defendeu bem as tentativas de quedas de Igor Chatubinha e ficou com o titulo na decisão unânime dos árbitros. Já no duelo pelo cinturão sul-americano do show, Johnny Eduardo fez uma luta bastante equilibrada e venceu Paulo Guerreiro na decisão dos árbitros.

 

Entre as lutas casadas, polêmica no ringue. Hernani Perpetuo dominava a luta contra Junior Killer, mas acabou deixando o braço na guarda e foi pego por um arm-lock, o lutador não desistiu, mas o árbitro do UFC, Mario Yamazaki, interrompeu o combate, gerando muita reclamação de Perpetuo, mas o resultado foi mantido e Killer ficou com a vitoria. Confira os demais resultados do evento:

 

Siyar Bahadurzada derrotou Carlos Índio por nocaute no R1; – Luta válida pelo cinturão mundial

Luiz Beição derrotou Igor Chatubinha na decisão unânime dos juízes – Luta válida pelo cinturão mundial

Johnny Eduardo derrotou Paulo Guerreiro por decisão unânime dos juízes – Luta válida pelo cinturão sul-americano

Guto Inocente derrotou Vitor Miranda por nocaute técnico no R2;

Hacran Dias derrotou Cesário Di Dominico por nocaute técnico no R2;

Junior Killer derrotou Hernani Perpetuo por finalização com arm-lock no R1;

Giovani Diniz derrotou Christian Nogueira por nocaute técnico no R3;

Rodolfo Marques derrotou Walter Jr. por decisão unânime dos juízes.

Deixe seu comentário