Inacreditável: Anderson se supera e finaliza Sonnen

Poucas vezes no esporte a palavra ‘inacreditável’ seria tão bem usada como na luta principal do UFC-117, evento que aconteceu neste sábado (7), em Oakland, nos Estados Unidos. Campeão incontestável dos pesos médios, Anderson Silva era amplo favorito na luta contra Chael Sonnen, mas o americano surpeendeu o brasileiro e castigou o atleta tupiniquim durante quatro rounds, porém, quando tudo parecia perdido, Anderson tirou um triângulo da cartola nos segundos finais do quinto assalto e defendeu com sucesso o cinturão da categoria. Nos demais combates da noite, o Brasil não se saiu bem. Júnior Cigano venceu Roy Nelson, mas Ricardo “Cachorrão” Almeida, Rafael dos Anjos e Thiago “Pitbull” Alves foram superados por Matt Hughes, Clay Guida e Jon Fitch, respectivamente.

 

Anderson Silva se supera e finaliza Chael Sonnen

Se Chael Sonnen afirmou que Anderson Silva não tinha defendido o cinturão contra um atleta de seu nível, ele comprovou que não estava para brincadeira logo no início da luta, quando surpreendeu o brasileiro na trocação, acertando o queixo do ‘Spider” que chegou a dobrar o joelho. Rápido no gatilho, o americano levou a luta para o chão e castigou duramente Anderson no ground and pound. No segundo e no terceiro assaltos o filme se repetiu e o brasileiro foi duramente castigado com socos da guarda. Disposto a partir para o tudo ou nada, Anderson Silva começou bem o quarto round, conectando bons golpes em Sonnen que sentiu e foi ao chão, mas o americano conseguiu se defender, raspar e ficar novamente por cima, de onde trabalhou somando pontos. Porém, quando tudo parecia perdido, Anderson Silva mostrou porque é o verdadeiro campeão da categoria. No quinto e último assalto, Chael derrubou novamente o atleta tupiniquim e usava mais uma vez o ground and pound,  mas quando ninguém esperava, Anderson encaixou um surpreendente triângulo, finalizando o duelo de forma inacreditável. Sonnen ainda reclamou que não havia desistido, mas as câmeras flagraram os três tapinhas do americano

 

Jon Fitch neutraliza Thiago Pitbull, vence na decisão

Conhecido por seu jogo eficiente, mas que não agrada aos fãs, Jon Fitch colocou novamente sua estratégia em pratica contra Thiago Pitbull. O americano dominou os dois assaltos iniciais fintando uma trocação para chegar à queda e trabalhar com socos da guarda.  No último round, Pitbull até começou melhor evitando ser derrubado, mas nos minutos finais, Thiago foi novamente levado para o chão e Fitch chegou às costas do brasileiro, onde manteve a luta até o final e faturou o triunfo na decisão dos juízes. Com a vitória, Jon terá a chance de lutar pelo cinturão dos meio-médios do Ultimate contra o campeão que sai do duelo entre Georges St. Pierre e Josh Koscheck.

 

Guida mostra garra e vence Rafael dos Anjos

O combate entre os pesos leves Clay Guida e Rafael dos Anjos começou eletrizante, com uma trocação franca e com o brasileiro acertando os melhores golpes, mas dois fortes cruzados do americano acabaram gerando uma contusão em Rafael, que reclamou no final do primeiro assalto. No segundo round, Guida voltou com mais movimentação e conseguiu levar a luta para baixo, onde trabalhou os socos da guarda. No último assalto, dos Anjos foi novamente levado para o chão e acabou desistindo, devido a incomoda contusão na mandíbula.

 

Hughes surpreende e finaliza Cachorrão

Buscando vingar seu mestre Renzo Gracie, Ricardo Cachorrão começou melhor o duelo contra Matt Hughes. Encaixando os melhores golpes na trocação, o brasileiro levava vantagem em pé, forçando o americano a mudar a estratégia e buscar o jogo no clinch. Porém, em um descuido, um forte direto de direita atingiu o queixo de Cachorrão, que foi a knockdown. Ao tentar se levantar, o atleta tupiniquim ficou de quatro apoios e Hughes encaixou a guilhotina, o brazuca não bateu e acabou apagando. Vitória americana por finalização!

 

Cigano vence mais uma e disputará cinturão dos pesados

Logo no início da luta, Junior Cigano mostrou porque é considerado um dos strikers mais temidos entre os pesos pesados. Com uma ótima sequência de golpes, o brasileiro puniu Roy Nelson que não se encontrou no primeiro round, apenas se defendendo do forte jogo de boxe do atleta da Minotauro Team. Já no segundo assalto, o americano tentou uma recuperação aproveitando o cansaço de Cigano, esboçou alguns socos na trocação, mas o atleta tupiniquim defendeu bem as tentativas de queda e foi melhor novamente no boxe. No último round, Cigano novamente tomou o controle da luta, punindo um exausto Nelson que lutava apenas para não ser nocauteado. No final, vitória brazuca na decisão unânime dos juízes. Confira os demais resultados do evento:

 

Card Principal

Anderson Silva derrotou Chael Sonnen por finalização com um triangulo no R5;

Jon Fitch derrotou Thiago “Pitbull” Alves na decisão unânime dos juízes;

Clay Guida derrotou Rafael dos Anjos por desistência no R3;

Matt Hughes derrotou Ricardo “Cachorrão” por finalização com guilhotina no R1;

Júnior Cigano derrotou Roy Nelson na decisão unânime dos juízes;

 

Card Preliminar

Tim Boetsch derrotou Todd Brown na decisão unânime dos juízes;
Phil Davis derrotou Rodney Wallace na decisão unânime dos juízes;
Rick Story derrotou Dustin Hazelett por nocaute no R2;
Dennis Hallman derrotou Ben Sauders na decisão unânime dos juízes;
Johny Hendricksderrotou Charlie Brenneman por nocaute no R2;
Stefan Struve derrotou Christian Morecraft por nocaute no R2.

 


LEIA TAMBÉM

Video: Entrevista de Anderson Silva após o UFC-117

Dana White acena com revanche entre Anderson e Sonnen

Anderson fatura bônus por melhor luta e melhor finalização do UFC-117

Deixe seu comentário