Brasileiros com suspensões médicas no UFC-117

Os lutadores brasileiros que se apresentaram no UFC-117, evento realizado no último sábado (7), tiveram suas suspensões médicas divulgadas pela Comissão Atlética da Califórnia, entidade que sancionou o evento.

 

Apesar da vitoria sobre Roy Nelson, Júnior Cigano deverá ficar 60 dias fora dos treinamentos devido a um corte na bochecha. Outro atleta tupiniquim que apesar do triunfo está de ‘molho’ é Anderson Silva, que mesmo finalizando Chael Sonnen foi afastado por 180 dias, ou até apresentar uma tomografia do crânio e curar uma fratura na costela.

 

Já Ricardo Cachorrão foi finalizado por Matt Hughes, e por perder os sentidos no estrangulamento do americano está suspenso por 45 dias, enquanto, Rafael dos Anjos terá que esperar 180 dias para voltar a lutar, devido a uma fratura na mandíbula.

 

O quinto brasileiro no evento foi Thiago “Pitbull” Alves, que mesmo perdendo para Jon Fitch não sofreu nenhuma lesão e está habilitado para voltar aos treinamentos.

Deixe seu comentário