WEC-51: Aldo nocauteia Gamburyan e defende cinturão

Aldo defende com sucesso cinturão do WEC

Com direito a show, Jose Aldo defendeu com sucesso o cinturão dos penas do World Extreme Cagefighting (WEC), evento que realizou sua edição de número 51 nesta quinta-feira, em Broomfield, nos Estados Unidos. O brasileiro dominou a luta contra o armênio Manny Gamburyan e nocauteou o oponente no segundo round. Com o resultado, Aldo amplia sua sequência de triunfos para 11 vitórias consecutivas e não sabe o que é perder desde 2005. Outro brasileiro no card, Diego Nunes também deixou o octógono vitorioso. Ele derrotou Tyler Toner na decisão unânime dos juízes.


Com autoridade, Jose Aldo nocauteia Manny Gamburyan

José Aldo precisou de pouco mais de seis minutos para mostrar porque é o melhor lutador peso pena do mundo. Diante do armênio Manny Gamburyan, o atleta da Nova União iniciou a luta estudando o adversário, que procurava atacar com socos, mas sempre visando à queda. No segundo assalto, com a estratégia do oponente definida, Aldo não perdeu tempo e partiu para definir o duelo. O brasileiro aplicou bons chutes baixos em Gamburyan, que sentiu os golpes e tentou atacar as pernas de Aldo, mas foi surpreendido com um upper que levou o a knockdown. Rápido no gatilho, o atleta tupiniquim usou fortes golpes no ground and pound para encerrar o combate por nocaute técnico.


Cerrone supera Varner em ótima revance

Em uma esperada revanche, Donald Cerrone e Jamie Varner travaram um duelo muito movimentado. Disposto a vingar a derrota sofrida em 2008, Cerrone partiu com tudo para definir a luta logo no inicio. Após uma sequência de golpes, Varner foi à knockdown, mas conseguiu se levantar e continuar no combate. Usando sua maior envergadura, Donald foi novamente melhor no segundo round, o “Cowboy”, como é conhecido, aplicou bons chutes baixos e belas esquivas para sair dos socos de Jamie. Sabendo que perdia o duelo nas papeletas dos juízes, Varner atacou de forma desesperada no último assalto, encurtando a distância e aplicando ótimas sequências de boxe, porém, na metade final do round foi novamente derrubado e sofreu com os ataques no ground and pound. No final, vitória de Donald Cerrone na decisão unânime dos juízes.

Torres finaliza Valencia e faz as pazes com a vitória

Após sofrer duas derrotas consecutivas, Miguel Torres fez as pazes com a vitória na noite de hoje. Diante de Charlie Valencia, ex-campeão WEC dominou a luta no primeiro round, onde quase encerrou a peleja após conseguir um knockdown e castigar o oponente no ground and pound, que acabou salvo pelo gongo. Já no segundo assalto, Torres não perdeu tempo e partiu com tudo para encerrar a luta. Depois de conseguir uma queda, Miguel chegou as costas e encerrou o combate com um belo mata-leão.

George Roop surpreende e nocauteia Chan Sung Jung

Diante do favorito Chan Sung Jung, o norte-americano George Roop surpreendeu o coreano com um belo nocaute na segunda luta do card principal. Após um primeiro assalto equilibrado, Roop partiu para definir a luta no segundo round. Depois de uma sequência de dois socos, George aplicou um lindo chute alto que nocauteou Jung.

 

Mark Hominick vence Leonard Garcia em luta equilibrada

Na primeira luta do card principal, Leonard Garcia e Mark Hominick travaram um combate durante os três assaltos na trocação. Garcia optou por girar no octógono e soltar mais golpes, enquanto Hominick usava um contra-ataque eficiente para acertar o adversário. Após dois assaltos bastante equilibrados, no último round Mark mostrou melhor preparo físico e aplicou bons golpes para vencer o duelo na decisão dividida dos juízes. (29×28, 28×29, 29×28)

Diego Nunes vence nas preliminares

Primeiro brasileiro a entrar no octógono, Diego Nunes conquistou mais um triunfo no WEC. Diante de Tyler Toner, o atleta da Nova União dominou o duelo no chão e tentou a finalização por duas vezes, mas o norte-americano se defendeu bem. No final, o atleta tupiniquim faturou a vitória na decisão unânime dos juízes. Confira os resultados completos do evento:

 

Card Principal

Jose Aldo derrotou Manny Gamburyan por nocaute técnico no R2;
Donald Cerrone derrotou Jamie Varner na decisão unânime dos juízes;

Miguel Torres finalizou Charlie Valencia com um mata-leão no R2;

George Roop derrotou Chan Sung Jung por nocaute no R2;

Mark Hominick derrotou Leonard Garcia na decisão dividida dos juízes;

 

Card Preliminar

Mike Brown derrotou Cole Province por nocaute técnico no R1;

Chris Horodecki derrotou Ed Ratcliff na decisão dividida dos juízes;

Antonio Banuelos derrotou Chad George na decisão unânime dos juízes;

Demetrious Johnson derrotou Nick Pace na decisão unânime dos juízes;

Diego Nunes derrotou Tyler Toner na decisão unânime dos juízes;

Zhang Tie Quan finalizou Pablo Garza com uma guilhotina no R1

Deixe seu comentário