UFC-122: Okami vence Marquardt e luta pelo titulo

Nate Marquardt (e) e Yushin Okami (d) fazem luta principal do UFC-122

O UFC realizou neste sábado (13), em Oberhausen, na Alemanha, a edição de número 122 da promoção. O evento, que promoveu seu segundo show em território germânico, teve como destaque Yushin Okami. O japonês derrotou Nate Marquardt, no combate principal da noite, e terá a chance disputar o cinturão da categoria de pesos médios. O programa de lutas ainda contou com dois brasileiros que fizeram seu debute na organização. Carlos Eduardo “Tá Danado” estreou com o pé direito e finalizou Kris McCray, mas Alexandre Cacareco acabou nocauteado por Vladimir Matyushenko.

 

Okami vence Marquardt e terá chance de lutar pelo titulo
Em um combate bastante equilibrado, Yushin Okami venceu o norte-americano Nate Marquardt na decisão dos juízes. Com uma estratégia perfeita, o japonês combinou bons golpes de boxe com eficiente jogo de chão para somar pontos durante a luta. Marquardt teve um bom momento apenas no segundo round, quando conseguiu encaixar alguns socos e boas posições no solo. Porém, Yushin retomou o controle da luta e com Nate sentindo cansaço, combinou os melhores golpes no teceiro round. No final, vitória de Yushin Okami na decisão unânime dos juízes (29×28, 30×27, 29×28). Com o triunfo, Okami terá a chance de lutar pelo cinturão da divisão de médios contra o vencedor do combate entre os brasileiros Anderson Silva e Vitor Belfort.

 

Dennis Siver dá show e finaliza Andre Winner
Denis Siver fez a alegria do público local na cidade de Oberhausen. Diante do inglês Andre Winner, o atleta alemão começou a luta em desvantagem, onde o lutador britânico trabalhava com mais velocidade e contundência na trocação. Porém um potente cruzado de Siver, levou André a knockdown, a partir daí Denis foi rápido ao gatilho e encerrou a peleja num belo mata-leão.

 

Sadollah domina Sobotta e vence na decisão
Vencedor da sétima edição do The Ultimate Fighter, Amir Sadollah fez um combate seguro diante do polonês radicado na Alemanha Peter Sobotta. O norte-americano mostrou bastante evolução na trocação e trabalhou bem com as combinações de socos e chutes baixos, enquanto, Sobotta tentava levar o duelo para o chão, mas sem sucesso. No final, vitória de Amir Sadollah na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27).

 

Soszynski passa Reljic e amplia jejum do croata
O duelo entre o polonês Krzysztof Soszynski e o croata Goran Reljic começou bastante movimentado. Soszynski tomava a iniciativa com ataques de boxe, enquanto, o Relij tentava levar o combate para o chão. Após um belo gancho de esquerda do polonês, Goran sentiu o golpe e tentou desesperadamente o ataque nas pernas, onde conseguiu derrubar, mas sem tempo para trabalhar no solo. No segundo assalto, o croata não perdeu tempo e conseguiu logo uma queda, mas sem contundência por cima, o arbitro mandou a luta retornar em pé e a peleja se manteve na maioria do tempo sem grandes emoções. No último e decisivo round, Relij já sentia o forte ritmo do combate e lutava apenas para terminar o duelo. Já Soszynski abusou dos socos no solo para vencer o duelo na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30, 27).

 

Duane Ludwig vence Nick Osipczak em luta dura
Na primeira luta do card principal, Duane Ludwig e Nick Osipczak fizeram um duelo equilibrado. No inicio do combate, Ludwig conectava os melhores golpes, mas um forte cruzado de direita do inglês Osipczak, levou Duane a knockdown, que foi punido no ground and pound até o final do assalto. No segundo round, foi a vez de Ludwig controlar o duelo com golpes na trocação e somar pontos. Já no terceiro e último assalto Nick já sentia o ritmo da luta e foi um alvo fixo para Duane que conectou vários golpes e venceu na decisão dos juízes (29×28, 20×29, 29×28)


Cacareco é nocauteado por Matyushenko

Após quase um ano parado, Alexandre Cacareco fez sua esperada estréia no UFC, mas infelizmente o lutador brasileiro não conseguiu terminar o combate como ele esperava. Diante de Vladimir Matyushenko, o brasileiro buscou a queda diversas vezes, mas todas bem defendidas pelo bielorrusso, que conseguiu cair por cima e trabalhar com potentes socos e cotoveladas, forçando o arbitro a interromper o duelo, decretando nocaute técnico.

“Tá Danado” faz jus ao apelido e estréia com finalização
Na primeira luta do evento, Carlos Eduardo “Tá Danado” deu show diante de Kris McCray. O brasileiro logo no inicio da luta trabalhou com as combinações e acabou levando o combate para o chão. Mesmo caindo por baixo, o atleta tupiniquim conseguiu a raspagem e encaixou uma justa chave de joelho, forçando o adversário a desistir do combate. Com o triunfo, “Tá Danado” segue invicto no MMA, agora com nove vitórias.

 

Card principal:

Yushin Okami derrotou Nate Marquardt na decisão unânime dos juízes;

Dennis Siver finalizou Andre Winner com um mata-leão no R1;

Amir Sadollah derrotou Peter Sobotta na decisão unânime dos juízes;

Krzysztof Soszynski derrotou Goran Reljic na decisão unânime dos juízes;
Duane Ludwig derrotou Nick Osipczak na decisão dividida dos juízes;

 

Card preliminar:

Vladimir Matyushenko derrotou Alexandre “Cacareco” por nocaute técnico no R2;
Pascal Krauss derrotou Mark Scanlon na decisão unânime dos juízes;

Kyle Noke finalizou Rob Kimmons com um mata-leão no R2;

Karlos Vemola derrotou Seth Petruzelli por nocaute técnico no R1;

Carlos Eduardo “Tá Danado” finalizou Kris McCray com uma chave de joelho no R1;
Alessio Sakara vs. Jorge Rivera – Luta cancelada

 


VEJA TAMBÉM

Dennis Siver fatura bônus por melhor finalização do UFC-122
Video: Alexandre Cacareco vs. Vladimir Matyushenko

Deixe seu comentário