Greg Jackson responde Dana White

Greg Jackson

Depois da atuação ruim de Nate Marquardt no UFC-122, o presidente da organização, Dana White, criticou publicamente o técnico do lutador, Greg Jackson (relembre aqui). Passados quase 15 dias das declarações do cartola, o comandante da Jackson’s Submission Fighting respondeu a repreensão do dirigente.

Em entrevista concedida ao site norte-americano MMA Fighting, Greg afirmou que seus comandados não lutam apenas pelos resultados conforme havia dito Dana.

“Aqui está uma estatística rápida para você. Aconteceram 22 eventos do UFC este ano e meus alunos tiveram 12 bônus. Então, um de cada dois eventos, um dos meus lutadores tem o bônus de melhor luta, nocaute ou finalização da noite”, afirmou Jackson.

Com números expressivos de seus alunos, Jackson fez questão de afirmar a trajetória de sucesso de seus alunos e de sua academia.

“Vamos olhar para as estatísticas. Jon Jones terminou cada luta (que treinou) comigo no primeiro round, com exceção a (luta) contra Matt Hamill, que ele foi desclassificado. Carlos Condit tem um nocaute e uma luta da noite. Mesmo caras do card preliminar, que as pessoas ainda não conhecem muito bem. Kyle Noke, duas finalizações, ambas no segundo round. Não existem fatos. Estão apenas inventando coisas”, disparou.

O treinador ainda deixou claro que as declarações de Dana foram injustas e desestimularam seu trabalho.

“Eu não me incomodei com o que Dana falou. Fãs são fãs, mas Dana dizendo isso, você sabe, eu trabalhei duro nessa organização. Se você olhar as minhas estatísticas, são insanas. Imagine você dar sua vida por algo, e o seu chefe chegar pra você e dizer ‘Cara, você é muito ruim’. Bem, espere um minuto, só esse ano, metade dos seus bônus foram para os meus caras. Então, do que você está falando? Isso foi desestimulante pra mim, de qualquer maneira”, concluiu o treinador.

O próximo grande desafio de um aluno de Greg Jackson no Ultimate será no UFC-124, evento que acontece no próximo de 12 dezembro e seu aluno, Georges St. Pierre, defenderá o cinturão dos meio-médios diante de Josh Koscheck.

Deixe seu comentário