Sonnen pode parar na cadeia e tem contrato suspenso com UFC

Chael Sonnen é acusado de lavagem de dinheiro - Foto: Josh Hedges

A fase do norte-americano Chael Sonnen não é das melhores. Depois ser flagrado no exame antidoping realizado no UFC-117, após sua derrota para Anderson Silva, o atleta enfrenta agora problemas com a Justiça dos Estados Unidos.

Sonnen, que antes de se tornar lutador profissional era corretor de imóveis na cidade de Portland, é acusado de superfaturar os preços de materiais hidráulicos repassando a diferença entre o valor real e o valor estipulado ao comprador do imóvel. Prática que configura o crime de lavagem de dinheiro. A pena para esta infração nos Estados Unidos pode chegar a 20 anos de prisão.

Com a notícia do processo vindo a público, o presidente do UFC, Dana White, já se pronunciou sobre o caso. O dirigente anunciou que o contrato de Sonnen está suspenso até o lutador resolver seus problemas com a Justiça.  Com a decisão, encerram-se as especulações de um possível confronto entre o norte-americano e o japonês Yoshihiro Akiyama no UFC 128.

“Sonnen passou por muitos problemas nos últimos meses. Acredito que este é o momento dele se concentrar totalmente em sua vida pessoal antes de lutar novamente no UFC”, disse White.

Em entrevista à imprensa local, Sonnen se declarou culpado das acusações de ilegalidades nas vendas de imóveis. O julgamento do lutador está previsto para acontecer no próximo mês de março. Já a suspensão devido ao uso de anabolizantes em sua luta no UFC 117 encerra-se neste mês de fevereiro.

Deixe seu comentário