Pezão: “Dedicarei minha vitória sobre Fedor ao Minotauro”

Antonio Pezão encara Fedor Emelianenko no Strikeforce - Foto: Divulgação

No próximo dia 12, o Strikeforce dará início a uma de suas maiores realizações: o primeiro GP dos pesos pesados do evento. Ao todo serão oito lutadores disputando o título do torneio, dentre eles os brasileiros Fabrício Werdum e Antonio Pezão. E já nas quartas de final, Pezão enfrentará uma lenda do MMA, o russo Fedor Emelianenko.

 

O paraibano de 31 anos possui 15 vitórias e apenas duas derrotas em seu cartel, estando invicto há duas lutas no Strikeforce. Buscando manter a boa fase, Pezão sabe do valor que uma vitória sobre Fedor agregará em sua carreira. De acordo com o brasileiro, o combate com o russo é como se fosse uma final, por isso tenta não pensar em nada além de seu próximo compromisso.

 

“Tenho que estar calmo e focado. Respeito Fedor do mesmo modo que respeitei todos os lutadores que já enfrentei, mas quando o hexágono fechar o respeito será imediatamente esquecido”, disse Pezão.

 

O lutador tupiniquim salientou também que Fedor ainda tem muito a apresentar ao público, mas que não será contra ele que o russo voltará ao caminho das vitórias. Além da disputa de uma vaga nas semifinais do GP, a estreia de Pezão no torneio terá um atrativo especial para o brasileiro. O atleta tentará vingar um de seus ídolos no esporte, o baiano Rodrigo Minotauro, que foi derrotado por Fedor em duas oportunidades no extinto PRIDE.

 

“Ao vencer Fedor, dedicarei minha vitória ao Minotauro, além de toda minha família e a American Top Team, incluindo o presidente da equipe, Dan Lambert, que me auxiliou em diversos momentos da carreira”, concluiu. 

Deixe seu comentário