Rodrigo Damm é derrotado no Strikeforce Challengers 15

Wilcox aplica chute alto em Rodrigo Damm

O brasileiro Rodrigo Damm bem que tentou, mas não conseguiu reencontrar o caminho das vitórias na noite desta sexta-feira (1). Diante de Justin Wilcox, o atleta capixaba foi totalmente dominado pelo norte-americano e perdeu por nocaute técnico no final do primeiro assalto. O combate foi a atração principal do Strikeforce Challengers 15, evento realizado na cidade de Stockton, nos Estados Unidos.

 

Logo no início do duelo, Wilcox partiu para definir o combate e aplicou bons golpes na luta em pé. Um lindo chute de esquerda acertou Damm, que pareceu sentir o golpe. Abalado, o brasileiro apenas tentou se sair do raio de ação e defender das perigosas investidas do adversário. Na metade do primeiro assalto, porém, uma nova combinação de socos e chutes levou Rodrigo ao chão. Esbanjando vitalidade, o norte-americano aplicou dezenas de socos no brasileiro, que apenas tentava se defender, mas sem esboçar reação. Ao final do round inicial, Damm tinha um corte no rosto, que sangrava muito. Os médicos examinaram o ferimento e optaram por não liberar a volta do lutador para o segundo assalto, sendo decretado o nocaute técnico. Com o revés, Damm soma o quatro derrotas em suas últimas cinco apresentações. Já Wilcox emplaca sua sexta vitória consecutiva e se posiciona bem ranking para disputa do cinturão dos pesos leves do Strikeforce.

 

Confira abaixo os demais resultados do evento:

 

Justin Wilcox derrotou Rodrigo Damm por nocaute técnico no R1;

Caros Fodor derrotou David Douglas por nocaute técnico no R3;

Lorenz Larkin derrotou Scott Lighty por nocaute técnico no R2;

James Terry derrotou Josh Thornburg por nocaute no R1;

Damion Douglas derrotou Wayne Phillips na decisão dividida dos juízes;

Anthony Avila derrotou Rafael Rios na decisão unânime dos juízes;

Robert Escalante finalizou Raul Sandoval com um arm-lock no R1;

Tristan Arenal finalizou Tom Peterson com um arm-lock no R1;

Ronald Carillo finalizou Adam Antolin com um mata-leão no R1;

Deixe seu comentário