Thiago Silva tem licença de lutador cassada

Thiago Silva contra Brandon Vera

Depois de ser flagrado no antidoping do UFC 125, Thiago Silva confessou que adulterou a urina entregue ao comissário responsável pela coleta do exame. Agora, o brasileiro arca com as consequências de seu ato. Nesta quinta-feira, a Comissão Atlética do Estado de Nevada, entidade responsável por julgar o caso, ouviu o atleta e revelou sua decisão.

 

Thiago Silva teve sua licença de lutador profissional cassada e não poderá conseguir nova liberação para atuar pelo menos até 2012. Além disso, o brasileiro recebeu uma multa de R$ 54 mil e o resultado sua vitória sobre Brandon Vera foi alterado para No Contest (luta sem resultado).

 

“Eu só quero pedir desculpas por tudo”disse Thiago, após ser ouvido pela Comissão. “Eu fiz o que fiz (adulterar o exame) porque se não tivesse lutado estaria completamente falido. Tenho uma família e as pessoas dependem do meu dinheiro. Eu estava desesperado fazer alguma coisa”, completou.

 

Caso de Thiago Silva é o segundo envolvendo um atleta de MMA utilizando urina falsa. Em 2006, Kevin Randleman tentou esconder o uso de medicamentos proibido em um teste aplicado após sua derrota para Maurício Shogun no Pride 32. Randleman foi multado em R$ 8 mil e também teve sua licença cassada.

Deixe seu comentário