José Aldo: “Quem tiver a cabeça mole vai cair”

O UFC 129, evento que será realizado no próximo sábado, em Toronto, traz em seu programa de lutas duas disputas de cinturão e dois brasileiros em ação. Mas antes dos atletas subirem no octógono, eles enfrentaram na tarde desta quarta-feira os microfones na última coletiva de imprensa antes do show.

 

Defendendo o título dos pesos penas da organização, o manauara José Aldo medirá forças contra o atleta local Mark Hominick. O lutador brasileiro, que se notabilizou por nocautes impressionantes em sua carreira, mostrou bastante calma e uma visível timidez diante dos repórteres. Ao ser questionado sobre passar quase despercebido na conferência, o faixa-preta foi direto em sua resposta e disse que o importante é sua apresentação no próximo sábado.

 

“Isso eu não sei, mas o importante é lá na hora (no octógono)”, disse Aldo, de forma sucinta. Já Mark Hominick, que irá atuar em casa, afirmou que é mais técnico que o brasileiro na luta em pé e pode vencer o combate.

 

“Acho que estou um pouco mais técnico com as mãos e ele é um pouco mais explosivo com os joelhos e chutes”, disse Hominick comparando seu jogo com o de Aldo. “Nós temos a capacidade de acabar com a luta rapidamente. Será emocionante”, disparou o canadense.

 

Logo após, Ed Soares, interprete e empresário de Aldo, traduzir as declarações de Hominick, Aldo, sem pestanejar, disparou.

 

“Isso veremos na hora, de acordo com a estratégia de cada um. Quem tiver a cabeça mais mole vai cair”, encerrou o brasileiro.

Deixe seu comentário