Morre ex-diretor do Pride aos 67 anos

Foi encontrado morto em seu apartamento em Tóquio neste domingo, Hiromichi Momose, um dos produtores do Pride.

Filho de um chefe de quadrilha, ele tinha 67 anos de idade, e havia passado 6 anos preso por acusação de uso de arma de fogo, antes de desistir do crime e tornar-se escritor, poeta e como se auto-definia, “negociador”. Momose foi uma das mais poderosas figuras no mundo das lutas no Japão. Era um homem de renomadas conexões e amigo íntimo do ícone japonês Antonio Inoki. Momose pôs os primeiros 50 milhões de yenes para iniciar o Pride através da Dream Stage Entertainment. Seguido do suicídio do presidente do DSE Naoto Morishita em janeiro de 2003, é a segunda morte de um dos grandes dirigentes do extinto Pride. A polícia japonesa disse que a causa da morte está sob investigação

Deixe seu comentário