Rampage cogita aposentadoria em dois anos

O norte-americano Quinton “Rampage” Jackson é um dos nomes cotados para desafiar o campeão Jon Jones pelo cinturão dos meio-pesados do UFC. Mas o lutador, de 33 anos, não tem planos de prolongar sua carreira de lutador profissional. Em entrevista à ESPN norte-americana, Rampage afirmou que pretende pendurar as luvas nos próximos dois anos.

 

“Eu sempre disse que me aposentaria quando fizesse 35 anos. Eu não quero passar dos 35 lutando! Eu já tive muitas contusões e isso me incomoda, mas quando eu estou lutando e as lesões não me irritam, é o treino que fica cansativo. Passar por tudo o que passo a cada treinamento me fazem pensar ´cara, eu não quero fazer mais isso´”, disse Rampage, que acredita estar perdendo rendimento em suas lutas. “Existem muitos caras novos chegando e se apresentado bem, eu venho lutando há muito tempo e não é segredo que eu não estou me exibindo da maneira como fazia antes”, completou o lutador.

 

Esta é a segunda vez que Rampage cogita sua aposentadoria. Em 2009, depois de vencer Keith Jardine no UFC 96, o lutador deixou as competições para interpretar o personagem “B.A.” no longa “Esquadrão Classe A”. Porém, o norte-americano retornou ao octógono, em março de 2010, no UFC 114, e perdeu para Rashad Evans na decisão unânime dos juízes. Mas Rampage conseguiu se recuperar do revés quando superou o brasileiro Lyoto Machida no UFC 123, na decisão unânime dos juízes.

 

Antes da possível aposentadoria, Quinton “Rampage” Jackson tem compromisso marcado no Ultimate: Ele fará a luta principal do UFC 130, evento agendado para acontecer dia 28 de maio, diante de Matt Hamill, e caso vença o duelo poderá ser o próximo desafiante ao título da organização.

Deixe seu comentário