Cigano: “Carwin nunca sentiu a força de mãos como as minhas”

O brasileiro Júnior Cigano está escalado para enfrentar o duro Shane Carwin na luta principal do UFC 131, no duelo que irá definir o próximo desafiante ao cinturão dos pesos pesados da organização, atualmente em posse de Cain Velasquez. Na primeira coletiva para promover o evento, que acontece dia 11 de junho, em Vancouver, no Canadá, Cigano afirma que irá em busca do nocaute, e diz que Carwin não conhece o poder de seu boxe.

“Sempre entro no octógono procurando o nocaute e, dessa vez, não vai ser diferente. Sei também que ele vai querer me nocautear, mas acredito muito no meu potencial. Ele nunca sentiu a força de mãos como as minhas”, disparou o brasileiro.

Já Carwin, preferiu a linha mais cautelosa e mostrou respeito por Júnior, mas afirma que não pretende perder a oportunidade de voltar a lutar pelo cinturão do UFC. “Sei que o Junior é um dos tops da categoria, mas isso é tudo para mim, uma grande oportunidade que tenho. Estou vivendo um sonho e quero aproveitá-lo da melhor forma possível”, disse o norte-americano que lutou pelo cinturão da organização no UFC 116, em março do ano passado, quando foi derrotado por Brock Lesnar.

 

Desde que entrou no UFC, em 2008, Cigano nunca foi derrotado e mais do que isso: foram seis lutas, sendo quatro vitórias por nocaute, uma desistência e uma por decisão unânime. Números e apresentações impressionantes que já o credenciaram para a disputa do título do dos pesados, mas não foi o que aconteceu, já que Cain Velasquez, atual campeão, se lesionou e não enfrentou o brasileiro. Com isso, Cigano teria pela frente Brock Lesnar, mas uma diverticulite também tirou o norte-americano de ação. Com o oponente alterado duas vezes, Júnior não esconde sua decepção, mas não perde seu foco principal: conquistar o título do UFC.

 

“Confesso que fiquei um pouco chateado porque mais uma vez minha luta mudou, mas Deus sabe o que faz e eu só tenho a desejar uma rápida e excelente recuperação para o Brock”, afirmou Cigano. “Acho que, infelizmente, tive azar. Mas estou extremamente focado e não vou descansar enquanto não conseguir conquistar o título dos pesados do UFC”, encerrou o atleta catarinense.

Além de Júnior Cigano, o UFC 131 traz mais três brasileiros em ação: Diego Nunes enfrenta Kenny Florian, Demian Maia encara Mark Munoz, e Vagner Rocha medirá forças contra Donald Cerrone. Confira abaixo o programa de lutas completo do evento:

 


Card Principal

Junior “Cigano” dos Santos vs. Shane Carwin;

Kenny Florian vs. Diego Nunes;

Jon Olav Einemo vs. Dave Herman;

Demian Maia vs. Mark Munoz;

Donald Cerrone vs. Vagner Rocha;

 


Card Preliminar

Yves Edwards vs. Sam Stout;

Jesse Bongfeldt vs. Chris Weidman;

Igor Pokrajac vs. Krzysztof Soszynski;

James Head vs. Nick Ring;

Dustin Poirier vs. Jason Young;

Joey Beltran vs. Aaron Rosa;

Darren Elkins vs. Michihiro Omigawa

Deixe seu comentário