Brasileiros levam a melhor no WFC Pelotas

WFC Pretorian movimentou o Sul do País neste sábado (11) - Foto: Shester Damaceno

O WFC Pretorian levou ontem (11) a Pelotas (RS) um card recheado de muita ação. Dos sete combates realizados, cinco terminaram antes do tempo regulamentar. Destaque para os confrontos internacionais, onde os brasileiros dominaram o octógono para superarem atletas emergentes no atual cenário do MMA sul-americano.

 

O show tupiniquim teve início com a vitória de Christiano “Psicopata” sobre o argentino Gabriel Soule. Após tomar o domínio das ações no início do confronto, o brasileiro fez valer sua maior agressividade no combate para nocautear o argentino no segundo round. Já Cleiton “Foguete” aumentou sua invencibilidade na carreira ao derrotar o uruguaio Sebastian La Torre por nocaute técnico no segundo assalto de luta. Com o resultado, o gaúcho obteve a sua sétima vitória na carreira.

 

Na luta principal da noite, Leandro “Gordo” precisou de pouco menos de quatro minutos para forçar o peruano Jackson Mora a desistir do confronto após lhe aplicar uma plástica queda no round inicial do combate. A vitória marcou o retorno de Gordo após quase dois anos afastado dos octógonos, deixando o atleta pelotense, radicado em Porto Alegre, com um cartel de seis vitórias e duas derrotas.

 

O evento contou ainda com a presença dos cascas-grossas Maiquel Falcão e Edson Draggo, que prestigiaram a noite de lutas em seu estado natal. Confira abaixo os resultados completos do WFC Pretorian – Pelotas:

 

Leandro Gordo derrotou Jackson Mora por nocaute técnico (desistência verbal) no R1;
Cleiton Foguete derrotou Sebastian La Torre por nocaute técnico (lesão) no R2;
Christiano Psicopata derrotou Gabriel Soule por nocaute (socos) no R2;
Diom Machado x Marcos dos Santos foi declarado No Contest;
Jonas Boeno derrotou Ariel Jaged por nocaute técnico (socos) do R1;
Rafael Morcego finalizou Rogério Menna com um katagatame no R1;
Milton Tatoo derrotou Alex Top Brother por decisão dividida dos juízes.

Deixe seu comentário