Fedor reclama de Herb Dean e coloca aposentadoria “nas mãos de Deus”

Em uma luta franca, Dan Henderson nocauteou Fedor Emelianenko, neste sábado, na luta principal do Strikeforce, e aplicou a terceira derrota consecutiva diante do maior peso pesado da história do MMA. Mas se engana quem pensa que o duelo não teve polêmica. Logo após a peleja, o russo reclamou do árbitro Herb Dean, que segundo o lutador, parou a luta precipitadamente.

 

“Acho que (a paralisação) foi cedo. Não quero dizer nada de ruim sobre o árbitro (Herb Dean), mas parece que era cedo”, disse Emelianko em sua entrevista pós-luta. “Fiquei claramente sentido, mas acho que eu poderia ter continuado. Porém o árbitro decidiu parar”, completou um abatido Fedor. Ao ser questionado sobre uma possível aposentadoria, a fera preferiu não definir seu futuro profissional e deixou “nas mãos de Deus”.

 

“Se for a vontade de Deus, vou lutar novamente. Eu agradeço a Deus por tudo”, encerrou o russo.

Deixe seu comentário