UFC 133: Belfort atrolpela Akiyama e Rashad bate Ortiz

Vitor Belfort nocauteou Yoshihiro Akiyama no segundo round

O Fenômeno está de volta! Mostrando a impressionante velocidade do início de carreira, Vitor Belfort não deu chances para Yoshihiro Akiyama e nocauteou o lutador japonês de forma fulminante no primeiro round. A luta foi uma das atrações do UFC 133, evento realizado na noite deste sábado (6) na Filadelfia, nos Estados Unidos. Programa de lutas do show contou, além de Belfort, com mais dois brasileiros em ação: Rafael “Sapo” Natal conseguiu sua primeira vitória na organização ao superar Paul Bradley na decisão dos juízes, mas Rani Yahya viu sua ascensão na divisão de pesos penas parar diante do norte-americano Chad Mendes. Na atração principal da noite, Rashad Evans comprovou o favoritismo e nocauteou Tito Ortiz no segundo round.

Rashad Evans nocauteia Tito Ortiz
Na luta principal da noite, que colocou frente a frente dois ex-campeões da categoria de meio-pesados, melhor para Rashad Evans. Diante do veterano Tito Ortiz, que aceitou o desafio há menos de três semanas para o combate, o atleta da Imperial Athletics confirmou viver um melhor momento e faturou o triunfo por nocaute no segundo round. No começo da luta, Tito tentava aproveitar a melhor envergadura para soltar bons golpes de boxe e chutes altos, sempre bloqueados na guarda de Evans. Na metade do primeiro assalto, o momento que marcou o rumo do duelo: Ortiz encurtou a distância e atacou as pernas de Evans buscando a queda. Sem sucesso, o “Bad Boy de Huntington Beach” se desgastou e acabou sendo presa fácil para o adversário. Rashad aproveitou o momento e conectou vários golpes em Tito, que acabou derrubado, mas sobreviveu até o soar do gongo. Já no segundo round, Evans novamente aguardou o melhor momento para conseguir uma bela queda e trabalhar com socos por cima. Cansado, Tito, depois de ser duramente punido, até conseguiu sair do solo, mas ao ficar de joelho foi pego em uma potente joelhada na linha de cintura e caiu novamente. Com um ground and pound contundente, Evans nocauteou o adversário nos instantes finais do segundo round.

Vitor Belfort atropela Yoshihiro Akiyama

Vitor Belfort mostrou que estava disposto a se recuperar da derrota sofrida para Anderson Silva e se firmar como um dos melhores atletas da categoria de pesos médios. O lutador brasileiro, que antes do combate garantiu que iria nocautear Yoshihiro Akiyama, cumpriu a promessa e não deu chances para o japonês. Logo no início da luta, o “Fenômeno”, como é conhecido, partiu pra cima e trabalhou com potentes chutes altos, que faziam Akiyama andar para trás. Após medir a distância, Belfort partiu para o ataque e com um cruzado levou Yoshihiro ao chão. Sem perder tempo e lembrando o Vitor do início de carreira, aplicou uma sequência de golpes no japonês que foi nocauteado com 1min:52seg de luta

Ebersole se recupera e nocauteia Hallman

O combate entre Brian Ebersole e Dennis Hallman chamou a atenção antes mesmo de o gongo soar. Ebersole desenhou com os pêlos peito uma seta na região acima do umbigo, enquanto Hallman subiu no octógono com uma sunga bastante curta. Mas se os atletas se preocuparam com o visual antes do duelo, a luta também não decepcionou. Logo com o soar do gongo, Dennis partiu com tudo pra cima e logo chegou a uma queda. Hallman chegou às costas, mas não conseguiu estabilizar a posição e foi raspado. Em vantagem no solo, Brian aplicou uma sequência incrível de socos que forçaram a interrupção do árbitro, sendo decretado o nocaute técnico.

Revelação canadense vence mais uma no UFC

Na primeira luta do card principal, Rory MacDonald mostrou porque pode ser considerado uma das revelações da divisão de meio-médios do UFC. Diante de Mike Pyle, o atleta canadense, de apenas 22 anos, partiu logo pra cima do americano e conseguiu derrubar o oponente. Com uma contundente sequência de socos por cima, MacDonald abalou o adversário e forçou o árbitro a parar o combate, decretando o nocaute técnico, com pouco mais de três minutos de luta.

Mendes derrota Rani e terá chance pelo cinturão

O brasiliense Rani Yahya encarou o invicto Chad Mendes e não conseguiu emplacar sua segunda vitória consecutiva no UFC. O norte-americano abusou da velocidade e combinações de boxe, mesclando com boas quedas para anular o jogo do atleta tupiniquim.  Solto no octógono, mas sem correr riscos, Mendes derrubava Rani, mas sabendo da perigosa guarda do brasileiro, se levantava rápido e a peleja voltava na trocação. Após os 15 minutos regulamentares, os juízes laterais deram a vitória para Chad Mendes (30×27, 30×27, 30×27). Com o triunfo, o americano será o próximo desafiante ao cinturão dos pesos penas, contra o vencedor da luta entre o brasileiro José Aldo, atual campeão, contra Kenny Florian.

Rafael Sapo vence primeira no UFC
Primeiro brasileiro a subir no octógono, Rafael Sapo conseguiu, neste sábado, sua primeira vitória no UFC. Depois de uma derrota e um empate, o faixa-preta tupiniquim encarou Paul Bradley e mostrou boa defesa de quedas e um melhor preparo físico para sair do octógono com o triunfo. Com boas combinações de chutes baixos e bons golpes de boxe, Sapo levou vantagem no primeiro round. Já no segundo assalto, mesmo com um duro golpe no queixo, que o levou ao chão, Rafael conseguiu se recuperar e retomar as ações da luta. No último round, o lutador americano já sentia o ritmo do duelo e não oferecia perigo ao atleta brasileiro. Com mais preparo físico, Rafael controlou o duelo e faturou o triunfo ao na decisão unânime dos juízes (30×27, 29×28, 29×28)

Confira abaixo os resultados completos do evento:

Card Principal

Rashad Evans derrotou Tito Ortiz por nocaute técnico no R2;
Vitor Belfort derrotou Yoshihiro Akiyama por nocaute no R1;
Brian Ebersole derrotou Dennis Hallman por nocaute técnico no R1;
Constantinos Philippou derrotou Jorge Rivera na decisão dividida dos juízes;
Rory MacDonald derrotou Mike Pyle por nocaute técnico no R1;

 

Card Preliminar
Alexander Gustafsson derrotou Matt Hamill por nocaute técnico no R2;
Chad Mendes derrotou Rani Yahya na decisão unânime dos juízes;
Ivan Menjivar derrotou Nick Pace na decisão unânime dos juízes;
Johny Hendricks derrotou Mike Pierce na decisâo dividida dos juízes;
Mike Brown derrotou Nam Phan na decisão unânime dos juízes;
Rafael “Sapo” Natal derrotou Paul Bradley na decisão unânime dos juízes

Deixe seu comentário