Após nocaute Belfort fala em cinturão, mas Dana pede calma

Vitor Belfort comemora vitória

Vitor Belfort mostrou que está disposto a ter uma nova chance de lutar pelo cinturão da categoria de médios do UFC. Depois de nocautear o japonês Yoshihiro Akiyama, neste sábado, no UFC 133, o lutador brasileiro voltou a falar do título e esbanja confiança para a disputa.

 

“Eu vou para o cinturão”, disse Vitor, durante a coletiva de imprensa após o show. “Esse é meu objetivo, isso é meu futuro. Eu não vou parar, ninguém vai me parar”, completou Belfort.

 

Vitor teve a oportunidade de lutar pelo cinturão do UFC quando encarou o compatriota Anderson Silva, em fevereiro, mas um pisão frontal logo aos três minutos de duelo nocauteou Belfort e adiou o sonho do atleta carioca.

 

“Na última luta entre eu e Anderson, se ele não teria jogado aquele chute, ele seria nocauteado”, afirmou. “Ele sabe disso. Então, estou pronto para a próxima”.

 

Mas no que depender de Dana White, presidente do UFC, Belfort terá que esperar um pouco mais para voltar a ter uma chance pelo título e ter a oportunidade da revanche contra Anderson.

 

“Se eles (Anderson e Belfort) tivessem feito uma longa guerra – como aconteceu com Chael e Anderson Silva (no UFC 117), seria uma coisa, mas a luta durou apenas alguns segundos”, afirmou o cartola. “É algo que Vitor vai ter que mastigar por um tempo, ele terá de vencer alguns caras da categoria em série e trabalhar seu caminho de volta até a chance pelo título”, encerrou o cartola.

Deixe seu comentário