Lutadores demonstram solidariedade com tragédia da Chapecoense

Diversos lutadores postaram mensagens de apoio e luto em suas redes sociais

Acidente com avião da Chapecoense matou 19 jogadores, o técnico e outros integrantes da comissão técnica. (Foto: Divulgação)

A tragédia envolvendo o avião que levava o clube de futebol da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, que caiu na madrugada desta terça-feira (29), matando mais de 70 pessoas, comoveu o mundo inteiro. Como não poderia ser diferente, diversos lutadores de MMA também compartilharam mensagens de apoio e luto em suas redes sociais.

Anderson Silva foi um dos primeiros a postar uma mensagem em sua conta do “Instagram”. Em vídeo, o ex-campeão peso médio do UFC não escondeu seu abatimento ao comentar sobre o caso, e pediu para que seus fãs rezassem pelas famílias das vítimas.

https://www.instagram.com/p/BNZPzznARvr/

José Aldo

O campeão peso pena José Aldo também se mostrou solidário à tragédia. O lutador publicou um vídeo no qual jogadores da Chapecoense comemoravam no vestiário do clube. Na legenda, Aldo escreveu: “O amanhã ? Aproveitar ao máximo cada dia que nos é permitido aqui. Força a todos familiares e que fique a imagem dessa alegria. Triste.”

https://www.instagram.com/p/BNZP7OVBsHs/

Fabrício Werdum

O peso pesado Fabrício Werdum compartilhou um vídeo em que o zagueiro Filipe Machado, morto na tragédia, registra, de dentro do avião, as últimas imagens da delegação. O lutador se disse muito triste com o ocorrido, mas ressaltou que a última imagem que fica é da felicidade dos jogadores.

Junior Cigano:

Lyoto Machida:

Maurício Shogun:

#Repost @kings_mma with @repostapp ・・・ "Que Deus abencoe a todos os familiares, amigos e torcedores" #luto

A photo posted by Shogun Rua (@shogunoficial) on

Renan Barão:

Meus sentimentos aos familiares !

Uma foto publicada por Barão (@renanbaraoufc) em

Charles Oliveira:

https://www.instagram.com/p/BNZfmonBsP1/

Antônio Cara de Sapato:

#VamoChape #ForçaChape #Luto

Um vídeo publicado por 👞 (@caradesapatojr) em

Felipe Sertanejo:

Vitor Miranda:

Warlley Alves:

Entenda o caso:

O avião que levava o time da Chapecoense para o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana sofreu um acidente na região metropolitana de Medellín, na Colômbia, segundo confirmação da defesa civil de Medellín. De acordo com a defesa civil, 78 pessoas estavam à bordo do voo da Chapecoense, sendo que 72 delas morreram na tragédia, enquanto outras seis sobreviveram. Do clube de Chapecó, morreram 19 jogadores, o técnico e todos os outros integrantes da comissão técnica que estavam presentes. Apenas goleiro Jackson Follmann, o zagueiro Neto e o lateral Alan Ruschel saíram com vida. Uma aeromoça, um técnico da aeronave e um jornalista também sobreviveram. O goleiro titular Danilo foi encontrado com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário