Mesmo derrotada, Ronda recebe salário 15 vezes maior que Amanda no UFC 207

Ex-campeã faturou cerca de US$ 3 milhões, enquanto a brasileira, que a nocauteou em apenas 48 segundou, lucrou US$ 200 mil

Ronda lucrou cerca de US$ 3 milhões no UFC 207. (Foto: Getty Images)

Ronda lucrou cerca de US$ 3 milhões no UFC 207. (Foto: Getty Images)

Ronda Rousey voltou a lutar após 13 meses afastada e foi duramente castigada por Amanda Nunes, sendo nocauteada em apenas 48 segundos, na luta principal do UFC 207, na última sexta-feira (30), em Las Vegas. No entanto, se a fase no octógono não é boa, fora dele a ex-campeã tem pelo menos um ótimo motivo para sorrir.

Veja Também

Ronda perdeu três posições no peso galo. (Foto: Getty Images)
Ronda cai no ranking do UFC após nova derrota; Garbrandt estreia no peso por peso
A. Nunes quer disputar o cinturão peso pena do Ultimate. Foto Josh Hedges
Do futebol a campeã do UFC: Conheça Amanda Nunes, a algoz de Ronda
Ronda voltou a utilizar as redes sociais após derrota para Amanda. (Foto: Getty Images)
Nocauteada em menos de um minuto, Ronda lucra mais de R$ 200 mil por segundo no UFC 207

Conforme divulgado logo após o evento, a estrela norte-americana lucrou US$ 3 milhões, cerca de R$ 200 mil por segundo, totalizando em quase R$ 10 milhões. Amanda, por sua vez, recebeu um salário quase 15% menor que sua vitima: US$ 200 mil (incluídos US$ 100 mil de bônus pela vitória), cerca de R$ 653 mil na conversão atual.

Ao todo, foram pagos US$ 4,683 milhões aos 20 atletas que lutaram no show, o que representa que somente Rousey faturou nada menos que 64% do salário total do evento.

Na outra disputa de título, o novo campeão peso galo Cody Garbrandt recebeu o mesmo tanto que a brasileira: US$ 200 mil. Dominick Cruz, destronado pelo jovem de 25 anos, foi responsável pelo segundo maior salário da noite, US$ 350 mil). Outros brasileiros da noite, John Lineker, Antônio Cara de Sapato e Alex Cowboy lucraram, respectivamente, US$ 43 mil, US$ 42 mil e US$ 28 mil.

Confira todos os salários do UFC 207:

Amanda Nunes: US$ 200 mil (incluídos US$ 100 mil de bônus pela vitória)
Ronda Rousey: US$ 3 milhões
Cody Garbrandt: US$ 200 mil
Dominick Cruz: US$ 350 mil
T.J. Dillashaw: US$ 200 mil (incluídos US$ 100 mil de bônus pela vitória)
John Lineker: US$ 43 mil
Dong Hyun Kim: US$ 134 mil (incluídos US$ 67 mil de bônus pela vitória)
Tarec Saffiedine: US$ 40 mil
Ray Borg: US$ 30,600 (incluídos US$ 18 mil de bônus pela vitória)
Louis Smolka: US$ 37,400
Neil Magny: US$ 114 mil (incluídos US$ 47 mil de bônus pela vitória)
Johny Hendricks: US$ 80 mil
Antônio Cara de Sapato: US$ 42 mil (incluídos US$ 21 mil de bônus pela vitória)
Marvin Vettori: US$ 12 mil
Alex Garcia: US$ 36 mil (incluídos US$ 18 mil de bônus pela vitória)
Mike Pyle: US$ 55 mil
Niko Price: US$ 24 mil (incluídos US$ 12 mil de bônus pela vitória)
Brandon Thatch: US$ 22 mil
Tim Means: US$ 35 mil (sem bônus, já que a luta não teve resultado)
Alex Cowboy: US$ 28 mil (sem bônus, já que a luta não teve resultado)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário