Ronda Rousey recebe 45 dias de suspensão médica após o UFC 207

Quatro lutadores, incluindo dois brasileiros, receberam 180 dias de suspensão médica

Amanda atropelou Ronda em apenas 48 segundos. (Foto: Getty Images)

Amanda atropelou Ronda em apenas 48 segundos. (Foto: Getty Images)

A Comissão Atlético de Nevada (NSAC), orgão responsável pela organização do UFC 207, realizado na última sexta-feira, dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), emitiu as suspensões médicas obrigatórias para lutadores que atuaram no evento. Ronda Rousey, nocauteada por Amanda Nunes em apenas 48 segundos, recebeu 45 dias de suspensão. A brasileira, que praticamente não sofreu danos, não recebeu nenhuma pena.

Veja Também

McGregor e Diaz travaram duelo épico em Las Vegas (EUA). Foto: Divulgação/UFC
Retrospectiva: As Melhores lutas de 2016
travis-browne
Namorado toma dores de Ronda e responde provocação de ‘Novo Anderson Silva’
Ronda lucrou cerca de US$ 3 milhões no UFC 207. (Foto: Getty Images)
Mesmo derrotada, Ronda recebe salário 15 vezes maior que Amanda no UFC 207

Outro que recebeu 45 dias foi o ex-campeão peso galo Dominick Cruz, derrotado por Cody Gabrandt na segunda luta mais importante do show. Seu algoz foi suspenso por 30 dias, sem contato com treinos por 21 dias por precaução.

As maiores suspensões do card envolvem dois brasileiros: John Lineker e Alex Cowboy receberam 180 dias cada. O “Mãos de pedra” saiu com uma fratura no maxilar, enquanto o meio-médio teve seu nariz quebrado. Ambos poderão retornar antes do previsto, caso consigam liberações médicas. Além da dupla, o estreante Niko Price e Ray Borg também foram suspensos por seis meses.

Confira a lista completa de suspensões médicas do UFC 207:

Ronda Rousey: suspensa por 45 dias, sem contato com treinos por 30 dias por precaução;
Cody Garbrandt: suspenso por 30 dias, sem contato com treinos por 21 dias por precaução;
Dominick Cruz: suspenso por 45 dias, sem contato com treinos por 30 dias devido a laceração da sobrancelha esquerda;
John Lineker: suspenso por 180 dias ou até que seu maxilar fraturado esteja recuperado e liberado por um médico; independentemente, suspenso por 30 dias sem contato, sem contato com treinos por 21 dias por precaução;
Ray Borg: suspenso por 180 dias ou até que o seu tornozelo esquerdo esteja recuperado e liberado por um médico; independentemente, suspenso por 30 dias sem contato com treinos por 21 dias por precaução;
Louis Smolka: suspenso por 30 dias devido a lacerações perto de ambos os olhos;
Johny Hendricks: suspenso por 45 dias, sem contato com treinos por 30 dias devido a laceração do couro cabeludo;
Marvin Vettori: suspenso por 21 dias, sem contato com treinos por 14 dias por precaução;
Mike Pyle: suspenso por 60 dias, sem contato com treinos por 45 dias por precaução;
Niko Price: suspenso por 180 dias ou até que seu dedo principal do pé direito esteja recuperado e liberado por um médico; independentemente, suspenso por 30 dias, sem contato com treinos por 21 dias por precaução;
Alex Cowboy: suspenso por 180 dias ou até que seu nariz quebrado esteja recuperado e liberado por um médico; independentemente, suspenso por 60 dias, sem contato com treinos por 45 dias por precaução.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário