UFC 207 ultrapassa marca de 1 milhão em pay-per-view

Evento realizado em Las Vegas (EUA), dia 30 de dezembro, foi liderado pelo duelo entre Amanda Nunes e Ronda Rousey

UFC 207 foi liderado pelo duelo entre A. Nunes e R. Rousey. (Foto: Getty Images)

UFC 207 foi liderado pelo duelo entre A. Nunes e R. Rousey. (Foto: Getty Images)

O retorno de Ronda Rousey ao octógono provou, mais uma vez, o quão importante é o nome da ex-campeã no MMA. O UFC 207, realizado no dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), e que contou com a vitória de Amanda Nunes sobre a estrela norte-americana na luta principal da noite, atingiu a marca de 1,1 milhão de pacotes de pay-per-view vendidos. A informação é do site ‘MMA Fighting’ (EUA).

Veja Também

Nunes (esq) comemora vitória sobre Ronda (dir) no UFC 207. (Foto: Getty Images)
Hangout SUPER LUTAS analisa o histórico UFC 207
Ronda lucrou cerca de US$ 3 milhões no UFC 207. (Foto: Getty Images)
Mesmo derrotada, Ronda recebe salário 15 vezes maior que Amanda no UFC 207
Amanda atropelou Ronda em apenas 48 segundos. (Foto: Getty Images)
Ronda Rousey recebe 45 dias de suspensão médica após o UFC 207

Essa foi apenas a quinta vez que a companhia vende mais de um milhão. Em 2015, o UFC 193, marcado pela derrota de Ronda frente a Holly Holm, na Austrália, e o UFC 194, liderado por José Aldo e Conor McGregor, também atingiram a marca. Os outros dois eventos que bateram o número de um milhão de pay-per-view foram as duas batalhas protagonizadas por McGregor e Nate Diaz, no UFC 196 e 202, em março e agosto de 2016, respectivamente. O único esporte que teve três milhões no mesmo ano foi o boxe, notadamente durante o reinado de Mike Tyson, na década de 90.

Além do duelo entre Ronda e Amanda, o UFC 207 também contou com a disputa de cinturão peso galo entre Dominick Cruz e Cody Garbrandt, além de TJ Dillashaw x John Lineker, Johny Hendricks x Neil Magny e a participação de mais dois brasileiros: Antônio Cara de Sapato e Alex Cowboy.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário