Bisping e Woodley discutem em programa e inglês dispara: “Vou te espancar”

Campeões das categorias dos médios e meio-médios bateram boca e aumentaram a rivalidade entre eles

Campeões dos médios e meio-médios voltaram se provocar. (Foto: Produção SUPER LUTAS / Getty Images)

Campeões dos médios e meio-médios voltaram se provocar. (Foto: Produção SUPER LUTAS / Getty Images)

A rivalidade entre Michael Bisping e Tyron Woodley ganhou mais força nos últimos dias. Na última quinta-feira (05), durante o podcast “The Countdown”, os campeões das categorias dos dos médios e meio-médios se provocaram durante quase oito minutos, aumentando ainda mais expectativa para uma possível superluta entre eles.

Veja Também

bisping-woodley
Campeões Bisping e Woodley se encontram e tentam marcar superluta
Y. Romero (foto) vem de oito vitórias seguidas no octógono. Foto: Josh Hedges/UFC
Romero provoca Bisping: “Ele está com medo de mim”

“As pessoas beijam a bunda quando você é campeão mundial. Mas eu estou por aí tempo suficiente para saber que é tudo bobagem, então não acredite em tudo que seu pequeno time diz. Tudo que eles dizem para você não é verdade, porque eu vou fazer como Nate Marquardt e te espancar, parceiro”, provocou Bisping, se referindo à derrota de Woodley para Marquardt em 2012, no extinto Strikeforce.

Woodley, por sua vez, respondeu afirmando ser ‘mais inteligente’ que o rival, e citou o menor número de lutas que precisou realizar na companhia para se tornar campeão.

“Faça a matemática, Bisping. Quantas lutas você teve no UFC e quantas vitórias. Eu fui campeão do UFC com seis ou sete vitórias. Sou simplesmente mais inteligente. Lutei com caras mais duros e ganhei deles. Você enfrenta caras mais duros e perde para eles. Eventualmente, enquanto você continuar no esporte, você vai lutar pelo cinturão e ter sorte. Todos nós sabemos disso. É um jogo de números”, rebateu Woodley.

Michael Bisping e Tyron Woodley tiveram trajetórias parecidas em 2016. O inglês conquistou o cinturão dos médios ao nocautear Luke Rockhold no UFC 199, em junho, e realizou sua primeira defesa de cinturão ao superar o veterano Dan Henderson por pontos no UFC 204, em outubro. Já T-Wood se tornou campeão dos meio-médios ao derrotar Robbie Lawler por nocaute no UFC 201, em julho. Ele manteve o cinturão ao empatar com Stephen Thompson no UFC 205, em Nova York, em novembro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário